Destaques

Opinião

Vamos pagar 4 mil milhões por ano à NATO?

Quando saiu da reunião da NATO, dominada pela exigência do presidente dos Estados Unidos da América aos outros países membros de chegarem a um valor de despesa com a defesa de 2% do PIB, (e, a médio prazo, de fazerem subir esse valor para 4%), o primeiro-ministro português explicou que o seu governo entregara uma proposta para satisfazer essa pretensão, dependente da obtenção de fundos comunitários e presumindo o investimento dessas quantias em áreas benéficas para a economia nacional.

Pedro Tadeu

Tancos e os soldadinhos de papel

No dia em que tive de ir à inspeção (o serviço militar ainda era obrigatório), passei a viagem toda até ao quartel da Calçada da Ajuda a pensar numa boa desculpa para não ter de "fazer a tropa". Eu e mais umas centenas jovens, que foram prevenidos com atestados médicos de todo o tipo: doenças de pele que já não tinham, problemas cardíacos que nunca lhes apareceram, desvios na coluna daqueles que dificilmente se comprovam sem um batalhão de exames... qualquer papel assinado por um médico era válido para fugir ao serviço militar obrigatório.

Anselmo Crespo

A marcar passo, é como estamos

Os recentes arrufos entre as esquerdas dão bem conta do que têm sido estes três anos de governação: negociação permanente, para cá e para lá, cede aqui e cede ali, agora brilhas tu e depois brilho eu, ai que o Bloco se antecipou, lá vem o PCP que amuou, e mais os sindicatos a pedir, e os mercados a reagir, e é preciso não dar nas vistas na Europa, e faz mais um grupo de trabalho para entreter a esquerda, e redige aí um acordo ambíguo para dar para os dois lados, e que querem eles agora?, mas as propostas são impossíveis, não há dinheiro, talvez haja dinheiro, vamos fingir que há dinheiro, mas porque é que eles estão amuados?, e quem autorizou a Bloco a antecipar a medida?, claro, agora vem o PCP pedir satisfações, e eu só quero o Orçamento aprovado, depois na execução trocamos as voltas a isso tudo.

Adolfo Mesquita Nunes

Edição do dia

Evasões 360

Porto: Já pode dormir numa casa barco no rio Douro

«É um sentimento de liberdade total. Abrimos a cortina e temos a vista rio. Pode-se escolher onde dormir, e nesse caso terá uma vista extra», conta Mex Machado. Se o cliente tiver carta de marinheiro, pode conduzir a embarcação, 100% elétrica, pelo que «não faz barulho, só se ouve a água». E o espetáculo adquire contornos especiais ao pôr-do-sol. Para proporcionar «uma melhor experiência», a casa está equipada com bicicletas, canoas, uma boia de diversão, prancha de stand-up paddle e outros equipamentos, cuja utilização está incluída no valor do aluguer: 190 euros por noite. Existe ainda a possibilidade de fazer […]

Braga: Um wine bar que virou restaurante de sabores tradicionais

«Quando abrimos em outubro, a nossa ideia era transformar o Copo a Copo num wine bar, com tapas e alguns produtos gourmet para venda. Mas não foi essa a vontade dos nossos clientes. Nem nós entendemos muito bem como aconteceu», brinca Nuno Gerardo que, com Filipa Cunha e Silva, gere o restaurante. Uma aventura a dois, em território desconhecido para ambos, diz o jovem casal. Ele é do Porto, «nascido e criado em Santa Catarina». Ela é de Braga. Apaixonaram-se e, juntos, recuperaram o rés-do-chão do prédio da avó de Filipa, que vive no primeiro andar. «Não quisemos mexer muito […]

5 festivais de verão para gastar só até 10 euros

Músicas de todo o mundo, jazz, folk e novos talentos da música portuguesa é o que se pode esperar destes cinco festivais de verão, que decorrem nos meses de julho, agosto e setembro um pouco por todo o país. E com uma vantagem: uns são gratuitos (até no campismo) e outros permitem assistir a bons concertos por apenas 10 euros. Percorra a fotogaleria para conhecer 5 festivais de verão onde pode gastar só até 10 euros.   Leia também: A «Tomatina» à portuguesa vai ser em Almeirim Do Alentejo ao Algarve: 12 roteiros para fazer este verão Coimbra: este festival […]

Do Alentejo ao Algarve: 12 roteiros para fazer este verão

Servem de refúgio aos portugueses em tempo de férias, graças às amenas temperaturas e praias paradisíacas, mas a riqueza destas terras não se esgota nos postais de sol e mar. A Evasões correu as serras, as herdades, os restaurantes e os segredos mais bem escondidos do Algarve e do Alentejo e reuniu-os em 12 roteiros que nos levam à descoberta do sul do país. Para guardar, consultar e usar como pretexto para um fim de semana de retiro ou uma longa viagem pelos recantos do sul. Percorra a fotogaleria para conhecer estes guias.   Leia também: Costa Vicentina: que bem […]