Destaques

Opinião

Entre apps e plantas

A Web Summit acabou, mas volta, e volta por mais dez anos, e isto são excelentes notícias. E não é por Marcelo ter reanunciado outra vez a sua recandidatura nem pela coisa em si e pelo bem que faz à cidade e ao país. É mesmo porque assim temos mais dez anos para ouvir, durante uma semana em novembro, que é sempre um mês difícil porque é o mais normal de todos, o mês em que as pessoas já trabalham e esqueceram o verão e ainda não foram para o Natal, de termos ali logo no início o privilégio, o prazer, o deleite, de ouvirmos na rádio, televisão e jornais, no digital e no papel, as grandes pérolas de sabedoria daqueles que são contra a Web Summit. Pena que não os possamos ouvir em meses tristes e normais, como um março ou até um abril, mas não se pode ter tudo e agora temo-los mais dez anos, na primeira semana de novembro.

João Taborda da Gama

Desporto

  • Classificações
  • Próx Jornada
  • Resultados

+ Opinião

PremiumO monoteísmo do "deus dólar" continua

Em 1866, o jovem Eça de Queirós aproveitou a passagem por Lisboa do moderníssimo couraçado norte-americano USS Miantanomah para escrever na imprensa algumas notas penetrantes sobre a identidade dos EUA. No essencial ele identificava uma tensão matricial em Washington, definida pela oposição entre o "deus dólar", que explicava a violência expansiva, mesmo desumana, do seu capitalismo, e o impulso para a "justiça", traduzido na abolição da escravatura ao preço do enorme sacrifício da Guerra Civil, terminada no ano anterior. Gostaria muito de poder subscrever a tese de que nas recentes eleições intercalares a justiça prevaleceu sobre a idolatria do capital. Infelizmente, o sinal positivo dado pelos eleitores é ainda insuficiente para atenuar a gravíssima patologia da democracia nos EUA.

Viriato Soromenho-Marques

PremiumAdeus, futuro. O fim da intimidade

Pelo facto de dormir no quarto da minha irmã (quase cinco anos mais velha do que eu), tiveram de explicar-me muito cedo por que diabo não a levavam ao hospital (nem sequer ao médico) quando ela gania de tempos a tempos com dores de barriga. Efectivamente, devia ser muito miúda quando a minha mãe me ensinou, entre outras coisas, aquela palavra comprida e feia - "menstruação" - que separava uma simples miúda de uma "mulherzinha" (e nada podia ser mais assustador). Mas tão depressa ma fez ouvir com todas as sílabas como me ordenou que a calasse, porque dizia respeito a um assunto íntimo que não era suposto entrar em conversas, muito menos se fossem com rapazes. (E até me lembro de ter levado uma sapatada na semana seguinte por estar a dizer ao meu irmão para que servia uma embalagem de Modess que ele vira no armário da casa de banho.)

Maria do Rosário Pedreira

DN Life

Comida para o cérebro: quatro alimentos que deve comer

O que comemos afeta não só o que vemos no espelho, mas também influencia o bom funcionamento de todo o organismo. Incluindo do cérebro, o órgão que consome mais energia. Texto de Ana Patrícia Cardoso | Fotografia de iStock A expressão «alimentar corpo e mente» faz realmente sentido. Há alimentos que podem ajudar a prevenir a demência, o stress o deterioramento cognitivo ou a perda de memória, como explica ao El Pais o nutricionista Ramón de Cangas. «A alimentação tem uma importância vital na performance do nosso organismo e funções biológicas», explica. Estes são quatro alimentos, com características distintas, que [...]

Em tempo de testes: como ajudar o seu filho a estudar

A que horas devem as crianças estudar? Ao fim de semana também se estuda? Como podem os jovens ser incentivados para os exames? Estas e outras questões foram analisadas pela psicóloga e especialista em desenvolvimento infantil, Ana Manta. Texto de Alexandra Pedro | Fotografia Shutterstock Em altura de preparação para os exames e testes escolares, as dúvidas sobre a organização e métodos a aplicar para ajudar as crianças crescem. «A que horas deve o meu filho estudar?», «devo rever a matéria com ele?», «como posso ajudá-lo a organizar o seu tempo?». Estas são apenas algumas das questões de muitos pais, [...]

Guerra e paz nos relacionamentos prejudica a saúde mental

Quem não se lembra de torcer pela Carrie e o Big, na série O Sexo e a Cidade, ou pelo Ross e a Rachel em Friends? Dois casais que demoraram anos a encontrar a estabilidade, entre ruturas e reconciliações. As relações atuais passam muitas vezees por desavenças e pazes e finais nem sempre definitivos, mas este carrossel de emoções não ajuda em nada a saúde mental, diz novo estudo. Texto de Ana Patrícia Cardoso | Fotografia de iStock Quantas vezes já acabou e recomeçou com o seu parceiro? Hoje, a grande maioria das relações pautam-se por este vaivém emocional entre [...]

DN Ócio

Eugénio Campos lança linha de jóias que homenageia as mulheres

Após a apresentação da nova campanha, "Ama-te", a Eugénio Campos Jewels apresenta agora a primeira linha de joias desta coleção. A esta linha de joias a marca deu o nome de "Força", "porque a mulher é o maior exemplo de força e energia", revela a Eugénio Campos em nota de imprensa. A marca concebeu uma linha de joias com design e produção 100% portugueses, que pretende homenagear a mulher pela sua determinação constante e pelo seu poder de se desafiar a cada dia. Percorra a galeria acima e conheça a nova linha da coleção, que conta com um conjunto de [...]

World"s Best City Explore para hotel em Lisboa

O hotel Corpo Santo Lisbon Historical Hotel recebeu o galardão de World"s Best City Explore na edição deste ano dos Boutique Hotel Awards. O prémio, entregue esta quinta-feira, 8 de novembro, em Londres destacou o serviço do hotel, a decoração, o sistema de Cromoterapia disponível em cada casa de banho. Esta cerimónia que ocorre todos os anos, reuniu um grupo de proprietários e diretores de hotéis, imprensa de viagens e lifestyle e personalidades do sector hoteleiro de todo o mundo.

General Motors dá 8900€ a quem der um nome a esta bicicleta

A General Motors (GM) vai começar a comercializar duas bicicletas elétricas no próximo ano, uma convencional e outra dobrável, que dê para arrumar na bagageira de um carro, por exemplo. Os dois velocípedes elétricos já foram apresentados, mas ainda não têm nome. Para isso, a empresa criou um concurso. Se quiser participar, só tem de ir ao site do passatempo e propor um nome até ao dia 26 de novembro. O autor do nome mais engraçado vai receber 10 mil dólares (cerca de 8900 euros). Os outros nove melhores classificados têm direito a mil dólares (875 euros) cada (clique na [...]