Destaques

Opinião

Índia, uma das democracias mais vibrantes.

A Índia, um país com 1250 milhões de habitantes, festeja o seu 72.º Dia da Independência. Tratando-se embora de uma nação jovem, é notável o facto de a Índia, um dos países de maior diversidade em todo o mundo, ter emergido como uma das democracias mais vibrantes e também como a economia mundial de mais rápido crescimento. E esta altura em que o meu país reflete sobre os seus assinaláveis êxitos num período tão curto, bem como acerca do trabalho significativo que há a desenvolver para enfrentar os desafios do futuro, constitui uma boa oportunidade para passar em revista o último ano dos cinco séculos de relações entre a Índia e Portugal.

K. Nandini Singla

Política de baixa intensidade

O governo alemão tem atirado a cartilha neoliberal às urtigas em gestos sucessivos de afirmação axiomática de um interesse nacional que dispensa outros argumentos. A vítima tem sido o capital chinês, que esbarra contra a blindagem montada em torno daquilo que Berlim considera ser o núcleo nevrálgico da economia germânica. O governo alemão ainda não percebeu que a brutal política de austeridade imposta a Atenas, Lisboa ou Roma fez recuar as suas próprias defesas, mas agora que a União Europeia está num túnel sombrio, Berlim faz aquilo que até um governo pouco inteligente tem de fazer: mobiliza-se para os piores cenários.

Viriato Soromenho-Marques

O lado lunar dos festivais de verão

Festival" deriva da palavra "festa" e originariamente denominava uma ocasião especial em que se celebravam datas religiosas. A realidade de hoje evidencia claramente um significado diferente. Abandonados os deuses, atualmente a centralidade da celebração num festival de verão está no vivenciar de um momento e de uma experiência que o marketing assegura serem tão divinos e transcendentes como as noites quentes ao luar e no seio da natureza.

Maria Antónia de Almeida Santos

DN Life

Férias: lancheiras a gosto, com saúde!

Os meses de verão são tempo de férias em que a praia faz parte dos destinos da maioria dos portugueses, tal como a piscina, o rio ou mesmo o campo merecem a preferência de muitos para se refrescar e descansar. Durante este período, as regras de uma alimentação saudável devem ser mantidas, sendo possível adaptá-las ao novo ritmo de vida impresso pelos dias de calor. E se os últimos tempos não foram muito saudáveis, por que não aproveitar as férias em família para melhorar os hábitos alimentares.

Evasões 360

Praias e piscinas de água doce para ir a norte

Nada como explorar águas mais calmas, este verão. Ideal para os dias de bandeira vermelha ou para quando apetece um programa diferente. De Braga ao Porto, e da Maia a Freixo de Espada à Cinta existem boas alternativas aos mergulhos de água salgada, entre as várias praias fluviais e piscinas de água doce. Fique a conhecê-las na fotogaleria acima. Leia também: 7 parques aquáticos no norte que merecem uma visita Onde fazer uma refeição leve ao pé da praia? 6 praias paradisíacas a não perder na Galiza

8 restaurantes com pátios para comer ao ar livre em Lisboa

Refeições saudáveis, menus do dia com carne, peixe e vegetariano, brunches aos fins de semana e até programações culturais. Todos os tipos de restaurantes e cafetarias cabem nos pátios da zona de Lisboa, que são autênticos tesouros urbanos por descobrir. Percorra a fotogaleria para conhecer oito pátios restaurantes com pátios para comer ao ar livre na Grande Lisboa.     Leia também: Uma piscina secreta para fugir ao calor de Lisboa 10 bares com terraço em Lisboa ideais neste verão Onde comer gelados com sabor a fruta no Porto e Lisboa

A praia mais secreta de Portugal é uma das melhores do mundo

Foi no ano passado que os britânicos The Guardian e The Telegraph incluíram a Salema entre as melhores 50 praias em todo o mundo, e uma das melhores na categoria «famílias». Uma distinção relevante, e reveladora, colocando a desconhecida praia algarvia ao lado de paragens mais exóticas como Tailândia, México ou Bora Bora. Por cá, parece que ninguém deu conta do acontecimento. Ninguém, com um par de pequenas exceções como é exemplo a equipa de «olheiros» do Vila Vita Parc que, nesse mesmo ano, expandiu o universo da chancela hoteleira e inaugurou seis casas de alojamento na pequena terra piscatória. […]

Crítica: Dez momentos em refeição vagarosa no Euskalduna

As mesas convencionais estão logo ali, mas de certa forma é melhor ao balcão, é um grande mediador de conversa e a coreografia no centro de produção ali mesmo à frente é de grande rigor. Farda informal, na T-shirt de cada um está o nome por isso até a alegoria desportiva se junta ao espectáculo. No caso do chef Vasco Coelho Santos - Vasco, basco, do país basco, euskalduna - dá para ver que está sempre em toda a parte mas não era preciso, a equipa concretiza sempre tudo direitinho. Melhor sinal de liderança não pode haver e a matriz […]