Atualidade

Opinião

Mais atualidade

Bruno Coimbra

TGR ou TG$, eis a questão

A Taxa de Gestão de Resíduos (TGR) é um instrumento importante na política de resíduos, devendo induzir comportamentos e processos mais sustentáveis. Se queremos reduzir a deposição de resíduos em aterro e cumprir as metas europeias com que o país está comprometido, faz sentido aumentarmos o valor da TGR para dissuadir a deposição em aterro. No entanto, essa subida apenas será eficaz se, em complemento, os sistemas de gestão de resíduos estiverem devidamente equipados e capacitados. Para tal, as receitas da TGR devem ser direcionadas e investidas na melhoria destes, algo que tem falhado tremendamente nos últimos anos.

Bruno Coimbra

Jorge Moreira da Silva

Enfrentar a fragilidade e investir na resiliência global

Esta pandemia - assim como as crises dos refugiados da Síria, os fenómenos climáticos extremos que afetaram algumas ilhas no Pacífico e Moçambique, o acidente nuclear de Fukushima, o terramoto do Haiti, os incêndios florestais em Portugal, na Austrália e na Califórnia - colocou em evidência a interdependência entre os países, a assimetria nos efeitos sociais económicos das crises (penalizando os mais vulneráveis) e a importância da cooperação e solidariedade internacionais e do investimento em prevenção e resiliência. Apesar de o conceito, ou o rótulo, de resiliência se ter recentemente generalizado na comunicação pública, não me parece que se tenha ido suficientemente longe na abordagem de outro conceito essencial: a fragilidade.

Jorge Moreira da Silva

Pedro Tadeu

O jornalismo sobre a covid-19 é corrupto?

Um dos anúncios está titulado assim: "Procuro ENTREVISTADOR/REPÓRTER". A seguir, vem o texto: "Assegurar a elaboração de reportagens, entrevistas, num tema específico relacionado com saúde, desenvolvendo investigação, reportagens e entrevistas." São pedidas: carteira profissional de jornalista, licenciatura ou mestrado na área, competências vídeo, capacidade de análise e comentário e, ainda, "seleção, revisão e preparo definitivo das matérias jornalísticas a serem divulgadas".

Pedro Tadeu

Desporto

  • Classificações
  • A Jornada
  • Resultados

V Digital

António Saraiva, presidente da CIP

"Já perdemos cerca de 200 mil empregos. Receio que este número dobre"

António Saraiva lidera a CIP, Confederação Empresarial de Portugal, há mais de uma década. Aquele a quem chamam o patrão dos patrões representa grande parte do tecido empresarial na concertação social. Alerta para lentidão e burocracia dos apoios e até sugere, para deixarmos de correr atrás do prejuízo, um Simplex Covid. Teme o fim das moratórias em setembro e lamenta que a vacinação não seja mais rápida para ganhar confiança.