Destaques

Atualidade

Opinião

DN+ Queremos mesmo pagar às pessoas para se reproduzirem?

De acordo com os dados do Banco Mundial, Portugal apresentava em 2016 a sexta taxa de fertilidade mais baixa do mundo. As previsões do INE apontam para que a população do país se reduza em mais de 2,5 milhões de habitantes até 2080, caso as tendências recentes se mantenham. Segundo os dados da OCDE, entre os países com economias mais avançadas Portugal é dos que gastam menos com políticas de apoio à família. Face a estes dados, a conclusão parece óbvia: é preciso que o Estado dê mais incentivos financeiros aos portugueses em idade reprodutiva para que tenham mais filhos.

Ricardo Paes Mamede

DN+ Tancos e os soldadinhos de papel

No dia em que tive de ir à inspeção (o serviço militar ainda era obrigatório), passei a viagem toda até ao quartel da Calçada da Ajuda a pensar numa boa desculpa para não ter de "fazer a tropa". Eu e mais umas centenas jovens, que foram prevenidos com atestados médicos de todo o tipo: doenças de pele que já não tinham, problemas cardíacos que nunca lhes apareceram, desvios na coluna daqueles que dificilmente se comprovam sem um batalhão de exames... qualquer papel assinado por um médico era válido para fugir ao serviço militar obrigatório.

Anselmo Crespo

A marcar passo, é como estamos

Os recentes arrufos entre as esquerdas dão bem conta do que têm sido estes três anos de governação: negociação permanente, para cá e para lá, cede aqui e cede ali, agora brilhas tu e depois brilho eu, ai que o Bloco se antecipou, lá vem o PCP que amuou, e mais os sindicatos a pedir, e os mercados a reagir, e é preciso não dar nas vistas na Europa, e faz mais um grupo de trabalho para entreter a esquerda, e redige aí um acordo ambíguo para dar para os dois lados, e que querem eles agora?, mas as propostas são impossíveis, não há dinheiro, talvez haja dinheiro, vamos fingir que há dinheiro, mas porque é que eles estão amuados?, e quem autorizou a Bloco a antecipar a medida?, claro, agora vem o PCP pedir satisfações, e eu só quero o Orçamento aprovado, depois na execução trocamos as voltas a isso tudo.

Adolfo Mesquita Nunes

Boas da bola

Li há dias que há feministas que defendem não se poder dizer campeonato do mundo de futebol porque esse campeonato do mundo de futebol é o campeonato do mundo de futebol masculino e também há o feminino e portanto há que ser rigoroso, não tomando a parte pelo todo, e chamar masculino ao que é masculino e feminino ao que é feminino. Não estão boas da bola. Li também que a FIFA sugeriu que os realizadores mostrassem menos planos de mulheres giras nas transmissões (a imprensa diz hot, mas hot é tão difícil de traduzir). Ao contrário da querela sobre a denominação do campeonato, esta, a das boas da bola, é uma sugestão em que vale a pena pensar. O problema nestas coisas de género é ousarmos alguma ponderação para distinguir a parvoíce do necessário, sem medo da crítica que vem sempre de cada um dos extremos.

João Taborda da Gama

Edição do dia

Evasões 360

Do Alentejo ao Algarve: 12 roteiros para fazer este verão

Servem de refúgio aos portugueses em tempo de férias, graças às amenas temperaturas e praias paradisíacas, mas a riqueza destas terras não se esgota nos postais de sol e mar. A Evasões correu as serras, as herdades, os restaurantes e os segredos mais bem escondidos do Algarve e do Alentejo e reuniu-os em 12 roteiros que nos levam à descoberta do sul do país. Para guardar, consultar e usar como pretexto para um fim de semana de retiro ou uma longa viagem pelos recantos do sul. Percorra a fotogaleria para conhecer estes guias.   Leia também: Costa Vicentina: que bem […]

Estas 12 praias de Lisboa a Faro têm wi-fi gratuito

São cerca de três dezenas as praias portuguesas de norte a sul que estão equipadas com acesso livre à Internet e dispositivos móveis que permitem carregar o telemóvel ou o tablet, regidos por energia solar. A iniciativa já tem dois anos e pertence à marca de café torrado Buondi, da Nestlé, que coloca hotspots nestas praias selecionadas, com um alcance de cerca de 100 metros à sua volta. Veja a lista das praias na fotogaleria acima. Quando o projeto foi apresentado, a marca explicou que o objetivo era ser útil e tornar mais prática a vida dos cerca de 60 […]

Neste restaurante em Coimbra há sushi (e bife também)

Sushi e bifes compõem o essencial da oferta do Peculiar, o restaurante que Carolina Antunes e Diogo Marta abriram, há quase dois anos, com o objetivo de ter opções para todos, incluindo quem não gosta de sushi ou não come peixe nem carne. Na carta, diversificada, também cabem pratos como camarões salteados, bife de atum grelhado ou noodles vegetarianos, e há abertura para realizar alguns ajustes à medida do cliente. «Fazemos sushi vegetariano, se nos pedirem. E sushi adaptado a grávidas, com o peixe cozinhado», conta Diogo. Em verdade, o primeiro até é vegan, clarifica, porque feito à base de […]

Amarante: Passear junto ao Tâmega em dias de MIMO

O mote da celebração dos 15 anos de MIMO é Dois Ouvidos é Pouco. Isto, porque, sendo a música o principal motivo da festa, a ideia do festival é divulgar património e cultura, como acontece nas várias cidades brasileiras onde decorre ou por onde já passou, como Olinda, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio de Janeiro. Em Amarante, não é diferente. Essa ligação existe desde o início. Além do Parque Ribeirinho onde acontecem os concertos maiores, a música, os workshops, as conversas, o cinema, passam por vários sítios, como o Museu Amadeo de Souza Cardoso, o Convento de São […]

DN Life