Atualidade

Opinião

Sebastião Bugalho

O futuro

Para o regime, haverá sempre um antes e um depois da Operação Marquês. A gravidade das acusações a um ex-primeiro-ministro, independentemente do número que chegue a julgamento, torna o processo definidor do modo como o país se olha e vê. O tempo até lá será longo, facilitando sentenças que antecedam a dita. Para José Sócrates, diz, trata-se de uma batalha política. Para a Justiça, nota-se, trata-se de uma guerra por si mesma. Para o país, é um reflexo desagradável do que foi ou se deixou ser. Na política, desde sexta-feira as consequências são previsíveis: o Chega ganhou uma bandeira, António Costa recuperou o receio de um adversário e Rui Rio, o único líder partidário com um discurso consistentemente belicoso contra o Ministério Público, uma janela.

Sebastião Bugalho

João Lopes

Drácula, Frankenstein e a essência da perceção

Percorrendo o Instagram, descubro que há uma exposição de obras de Luís Noronha da Costa (1942-2020) na galeria Artview, em Lisboa. Ironia dos tempos, trata-se, de facto, de uma iniciativa daquela galeria, disponível até 8 de maio, mas o lugar em que acontece é outro. Em boa verdade, de acordo com a geografia cultural de que somos herdeiros, já não é um lugar, mas um dispositivo. Ou seja: Imagens projectadas (assim se intitula a iniciativa) é uma "exposição virtual" concebida com o objetivo de "proporcionar encontros visuais e concetuais com o público mais vasto".

João Lopes

Mais atualidade

Ciência com impacto

Miguel Miranda: "A humanidade não lida  bem com a incerteza"

A abrir a sua terceira temporada, a Ciência com Impacto recebeu o físico Miguel Miranda, presidente do IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Numa conversa dirigida por Paulo Caetano, um dos coordenadores desta iniciativa, abordaram-se os temas mais atuais para as Ciências da Terra. Da previsão dos sismos, às profundezas do oceano, das alterações climáticas até às consequências do clima nas pescas.

Ataques em Cabo Delgado

João Honwana

“É preciso derrotar os jihadistas e conquistar o povo”

Entrevista a João Bernardo Honwana, consultor na área de Resolução de Conflitos, Mediação Política e Diplomacia Preventiva, em Nova Iorque. Foi funcionário das Nações Unidas entre 2000 e 2016, tendo servido como Representante do Secretário-Geral para a Guiné-Bissau e Diretor de Divisão (África I e África II) no Departamento para Assuntos Políticos. É Coronel Piloto Aviador na reserva e antigo Comandante da Força Aérea de Moçambique. Participou a 1 de julho na Speed Talk do Clube de Lisboa sobre o jihadismo em Cabo Delgado.

Adriano Moreira

A evolução da ONU

Depois da guerra de 1914-1918, a evolução da Sociedade das Nações, com um estatuto dissolvente dos impérios europeus, por intervenção dos EUA que não assinaram o estatuto, foi destinada ao total apagamento do projeto pela guerra mundial de 1939-1945. O estatuto da nova organização, a ONU, já não teve em vista a redefinição da estrutura das políticas europeias, antes alargou o projeto ao globo, com a decisão de terminar com o regime colonial. De novo a raiz da estrutura foi ocidental, com domínio decisivo das grandes potências vencedoras da guerra, mas com um princípio aristocratizante da hierarquia pela convenção do direito de veto no Conselho de Segurança, concedido às consideradas grandes potências (EUA, Inglaterra, França, Rússia, China), com o erro de anos a impor a presença de Taiwan, onde se refugiara o exército nacionalista vencido, o que desde logo fez correr a previsão de que, designadamente, os EUA teriam de enfrentar a China num futuro incerto, previsão que hoje está verificada, não apenas na área económica, mas na área de poder marítimo que despertou os desafios.

Adriano Moreira

José Mendes

Nova primavera, velho outono

O país está a braços com a saída de um duro confinamento, procurando o justo equilíbrio entre a retoma da atividade económica e a observação das regras sanitárias. Nas ruas, as pessoas exteriorizam sentimentos mistos, alternando, por vezes na mesma frase, esperança e desalento, coragem e medo. Sinais da incerteza. A alegria apressada com que vejo mulheres e homens a aprontar esplanadas, sorrindo nervosamente para os transeuntes na expectativa de os ver clientes, remete-me para uma cena de filme da Segunda Guerra, em que as pessoas se atropelavam no lapso que decorria entre dois bombardeamentos sucessivos, num frenesim de quem tudo queria viver e fazer naquela brecha de paz. As crianças e os jovens voltaram a popular a urbe, trouxeram o colorido das suas roupas e mochilas e os gritinhos de adolescentes que rivalizam com o chilrear primaveril da passarada. A meu ver, os idosos parecem ser o motor da retoma. Vejo-os mais confiantes, à conversa nas esplanadas, aos pares, ou na frutaria. Nas inevitáveis rasantes pelos passeios, apuro os ouvidos e ouço-os falar das vacinas. Que agora se sentem mais seguros e que em breve poderão retomar as tertúlias dos bancos de jardim, fazendo-se companhia e desejando muito voltar a ter os netos ao alcance de um olhar.

José Mendes

Marc Goergen

As mulheres dão mais sustentabilidade à direção das empresas

No auge da pandemia de covid, as medidas do confinamento imposto pelos governos levaram a uma redução acentuada, na ordem dos 26 %, das emissões globais de dióxido de carbono (CO2) - um dos gases com efeito de estufa responsáveis pelo aquecimento global - derivantes da atividade humana. Essas reduções drásticas na poluição ambiental lançaram o debate em torno da construção de uma sociedade mais sustentável à escala mundial, uma vez ultrapassada a pandemia de covid. Creio que um dos estudos mais recentes que conduzi com vários colegas nos ajuda a perceber como podemos fazer isso.

Marc Goergen

Desporto

  • Classificações
  • A Jornada
  • Resultados
I Liga
  • 1Sporting65
  • 2FC Porto60
  • 3Benfica57
  • 4Braga53
  • 5Paços de Ferreira44
  • 6V. Guimarães35
  • 7Santa Clara32
  • 8Moreirense31
  • 9Portimonense29
  • 10Gil Vicente28
  • 11Rio Ave28
  • 12Tondela28
  • 13Belenenses26
  • 14Famalicão26
  • 15Boavista25
  • 16Marítimo24
  • 17Farense22
  • 18Nacional21
I Liga
I Liga