Atualidade

Opinião

Ricardo Paes Mamede

O estranho caso do englobamento pífio

Nos últimos dias andámos entretidos como uma discussão política vazia. No programa de governo, o PS propõe-se "caminhar no sentido do englobamento dos diversos tipos de rendimentos em sede de IRS, eliminando as diferenças entre taxas". A intenção é vaga, mas foi suficiente para levantar um coro de protestos entre quem mais beneficia de um sistema fiscal injusto. Entretanto, já se percebeu que pouco ou nada vai mudar, pelo menos para já. Ficamos sem perceber a razão - e a utilidade - de tanto alarido.

Ricardo Paes Mamede

Mais atualidade

Destinos

Restaurante São Gabriel com uma estrela Michelin vai fechar

O restaurante "São Gabriel", em Almancil, com uma estrela Michelin, vai encerrar, após ter sido vendido, anunciou hoje através das redes sociais o seu chefe executivo, Leonel Pereira. Lusa Numa publicação na sua página na rede social Facebook, Leonel Pereira afirma que "o restaurante "São Gabriel" foi vendido". Em meu nome e do do Meu "Partner" Delfim Joåo, queremos agradecer em primeiro lugar, a toda a nossa equipa por mais um... Publicado por Leonel Pereira em Sexta-feira, 22 de novembro de 2019 "Como tal, chegou ao fim uma existência de 30 anos como "fine-dining", onde 26 deles foram estrelados" (com distinções [...]

João Céu e Silva

Nem só os futebolistas vão ao Maracanã

Quando Stefan Zweig fugiu da Europa em guerra exilou-se no Brasil. Gostou daquilo e, como era um fenómeno de popularidade mundial enquanto escritor, esse rasto de sucesso fez que a sua estada fosse bem melhor do que a vida dos seus conterrâneos perseguidos pela loucura de Hitler, nada que o fizesse esquecer a tristeza e em 1942 se suicidasse, num pacto final com a mulher. Dessa estada em Petrópolis e de duas anteriores visitas ao país ficou-lhe a vontade de escrever sobre a ex-colónia portuguesa e imprimiu as suas opiniões num ensaio intitulado Brasil, País do Futuro.

João Céu e Silva

Carla Bernardino

O muro e o arame farpado invisíveis

Uma imagem da beleza e do inconformismo aos 90 anos, mas com o braço direito partido, uma festa de 88 anos com um bolo com apenas duas velas - o sopro já não aguenta muitas mais -, ou uma solidão acompanhada de quem faz 92, a trincar a aliança e na companhia de amigos velhos: os que estão na fotografia e os poucos que restam na memória. O dinheiro não estica para pagar o lar, os medicamentos, as fraldas e a coragem. Três pessoas que têm estado a sós e esperam a ajuda de outras tantas para que cuidem delas. E há uma que as tem a todas, em parte, ao ombro e na carteira de uma pensão curta. Não são as três pessoas que estão sozinhas, são as quatro. Todas no limite de depressões e exaustões que não têm tempo para se curarem, mas que têm de se resignar e ser resilientes (para usar a expressão da nova felicidade e superação que se ouve em toda a parte).

Carla Bernardino

Como "hackear" bactérias para produzir tecidos de origem vegetal

Como "hackear" bactérias para produzir tecidos de origem vegetal

O mercado do design inteligente com organismos vivos é uma realidade, a pergunta é como se fabricam estes micróbios e como estes podem ser domesticados para satisfazerem as nossas necessidades.Quem tem a resposta é Christina Agapakis, diretora criativa da Ginkgo Bioworks: "O que nós fazemos é desenhar ADN. O ADN é o código da célula, o que lhe diz o que tem de fazer. Podemos desenhar novos comportamentos para as células, recolhendo ADN e genes de outros organismos e colocando-os dentro das bactérias." Parece fácil, mas tal como Jeff Lou, responsável de robótica da empresa, assegurava numa entrevista ao Boston Globe, "a biologia é a tecnologia mais poderosa do planeta e ainda não a compreendemos. Fazer design e engenharia com ela é difícil e devemos fazê-lo com respeito."Os biólogos transformam-se em designers e engenheiros, uma vez que deixam de observar e estudar apenas a biosfera para a modificar de modo a que tenham aplicações em inúmeras áreas: desde a agricultura à medicina, passando pela cosmética, pelas energias renováveis ou pela produção alimentar. Obviamente, uma atividade destas levanta alguma desconfiança e tem determinadas conotações éticas, não sendo novo numa vertente da ciência, que a genética esteja no centro das atenções. Para o mal... e para o bem.Os investidores estão a dedicar centenas de milhões de dólares a empresas como a Ginkgo Bioworks. Um capital que crescerá nos próximos anos até tornar a biotecnologia na grande indústria do futuro. Vijay Pande, pioneiro da inteligência artificial, declarava à Forbes que "a biologia se encontra agora no lugar que a ciência dos computadores ocupava há 50 anos. Por isso, investir nela é uma grande oportunidade." Se puserem as decisões nas mãos dos cientistas certos, "piratear" a vida, além de um grande negócio, será também uma grande ajuda para tornar o nosso mundo num lugar melhor.Entrevista e edição: Zuberoa Marcos, Maruxa Ruiz del Árbol, Cristina LópezTexto: José L. Álvarez Cedena

O homem que consegue voar

O homem que consegue voar

Nos jogos olímpicos de 1984, mais de 2,5 milhões de pessoas assistiram à chegada do futuro pela televisão. Naquele dia, um homem chamado Bill Suitor sobrevoou o estádio com uma mochila autopropulsionada como as que, até aí, só se tinham visto na banda desenhada ou no cinema. Era o culminar perfeito para uma cerimónia ao mais puro estilo de Hollywood e ao jeito dos excessos da era Reagan.O que nem toda a gente sabe é que aquela ideia, foi o plano B para resolver um problema de última hora. O estádio devia ter sido sobrevoado não por um ser humano, mas por uma imponente águia que fora intensamente treinada durante um ano para o evento. Porém, o pobre animal morreu quatro dias antes da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos. Por isso, naquele dia, Bill Suitor vestiu um macacão multicolor e pôs aos ombros aquela mochila, que se destinava a ser utilizada pelo exército dos Estados Unidos. O seu voo faz parte da história das Olimpíadas e da memória de muitas gerações que, ao vê-lo, imaginaram um futuro repleto de gente a voar pelas ruas das cidades.Foi, sem dúvida, este sonho de multidões voadoras que incentivou Michael Browning a passar toda a sua vida a idealizar os mais fabulosos aparelhos para voar. Embora tenha sido o seu filho, Richard, que se chegou à frente e conseguiu construir um fato voador que recorda o que Anthony Stark usa para se transformar no Homem de Ferro. Richard Browning é o fundador da Gravity, uma empresa através da qual desenvolveu, construiu e patenteou um sistema de voo pessoal. Durante os últimos dois anos, a empresa levou o seu fato a mais de 60 eventos em 20 países diferentes, demonstrando que é uma tecnologia viável. Assim, é possível que o futuro se tenha feito esperar um pouco mais do que se pensava nos anos oitenta, mas quem sabe não estará já a chegar...Entrevista e edição: Joel Dalmau | Azahara Mígel | David Giraldo Texto: José L. Álvarez Cedena

Insider

Microsoft adia lançamento dos auriculares Surface Earbuds

Microsoft adia lançamento dos auriculares Surface Earbuds

Apresentados no mês passado, os Surface Earbuds só vão chegar aos ouvidos dos consumidores na primavera de 2020. Data inicial apontava para a época festiva, ainda este ano. O anúncio chegou pelo próprio diretor da área de produto da Microsoft. Através do Twitter, Panos Panay explicou que os Surface Earbuds, a proposta para concorrer num mercado dominado pelos AirPods da Apple, não chegará este ano ao mercado, mas só na primavera de 2020. No tweet, Panay explica que "o fabrico de produtos está ligado à procura incansável para acertar todos os detalhes, algo que leva tempo, às vezes mais do [...]

Xerox pressiona HP com possibilidade de oferta hostil

Xerox pressiona HP com possibilidade de oferta hostil

A Xerox está a ameaçar a fabricante HP, deixando no ar a possibilidade de uma oferta hostil. Há alguns dias, a HP recusou a oferta da Xerox, no valor de 35,5 mil milhões de dólares. Esta quinta-feira, a Xerox deixou clara a mensagem que pretende passar à gigante HP: se não houver abertura para uma "discussão amigável", a Xerox poderá avançar com uma oferta de compra hostil. Três vezes mais pequena do que a HP, a Xerox declarou o seu interesse na compra da tecnológica no início do mês de novembro. A conhecida fabricante de tecnologias de documentação e fotocopiadoras [...]

Naim Mu-so 2. O som que faltava ao seu novo televisor 4K

Naim Mu-so 2. O som que faltava ao seu novo televisor 4K

Testámos um sistema de som tudo-em-um premiado, capaz de fazer a diferença para quem ter o melhor experiência no seu televisor 4K. Texto e fotos: Fernando Marques Ver um filme com uma excelente qualidade de imagem pode ser uma grande desilusão? Sim, porque o som dos televisores é, normalmente, medíocre. É uma questão física, por mais voltas que os fabricantes deem, o som destes aparelhos nunca é muito convincente. Cinco anos depois do lançamento do sistema wireless tudo-em-um, a Naim volta ao estirador e desenha algo exatamente igual? O diabo está nos detalhes e, neste caso, é bem mais do que [...]

V Digital

Johannes Radebe e Graziano di Prima dançaram juntos durante uma atuação da cantora Emeli Sandé.

Dança entre par do mesmo sexo em programa da BBC motiva queixas

O programa Strictly Come Dancing da BBC recebeu 189 reclamações após a transmissão de sua primeira dança entre um par do mesmo sexo, por ser considerada "ofensiva". Na edição de 3 de novembro, os dançarinos profissionais Johannes Radebe e Graziano di Prima dançaram juntos durante uma atuação da cantora Emeli Sandé. A performance de ambos deu (e continua a dar) muito que falar nas redes sociais, com muitos a elogiarem o par pelo desempenho "inovador". Em jeito de resposta, Radebe - que é gay - publicou uma foto com di Prima no Instagram com a legenda "o amor não conhece fronteiras".

Scooter Xiaomi

Esta scooter da Xiaomi é elétrica e pode ser arrumada dentro de uma mala

A Xiaomi, fabricante chinesa de smartphones e informática, também está presente no segmento da mobilidade suave, apresentando agora o seu novo conceito na forma da Himo H1, pesando apenas 13 kg e com uma capacidade de arrumação impressionante, já que cada elemento da scooter pode ser dobrável, com mecanismos próprios que garantem o seu posicionamento conforme desejado. Ou seja, uma vez trancado em posição dobrada não se desdobra até que o "fecho" seja desativado. A scooter conta até com uma pequena mala de transporte para a sua arrumação.