Opinião

Sebastião Bugalho

John McAfee (1945-2021). O hedonista insurreto

A maioria da humanidade vive atormentada ‒ ou, pelo menos, acompanhada ‒ pela incerteza em relação ao seu próprio fim. Todos temos encontro marcado com ele, mas poucos sabemos o formato, a data e a circunstância em que nos cruzaremos, por fim, com a inexistência. O cronómetro vai contando e o mistério é tão constante que se torna inconsciente: na inevitabilidade de os ponteiros pararem, todos ‒ ou quase todos ‒ deixamos de ouvi-los girar. John David McAfee, nascido nos Estados Unidos da América no último ano da Segunda Guerra, e defunto numa penitenciária espanhola há coisa de três dias, era uma exceção a essa regra. Tinha 75 anos.

Sebastião Bugalho

Miguel Romão

Sabemos o que sabemos, não sabemos o que não sabemos

Em 2020, entre 10 e 20 de junho, três meses após a deteção em Portugal do primeiro caso de covid-19, do encerramento sequencial de escolas, imposição de teletrabalho, forte limitação da atividade económica e dos contactos sociais, mas sem qualquer vacinação contra a covid-19, estávamos com estes números: dois óbitos em média por dia devidos a covid; e, neste mesmo período, uma média diária de 324 novos casos diagnosticados.

Miguel Romão

Victor Ângelo

A democracia não pode ser um faz-de-conta

Nas sociedades mais desenvolvidas, assiste-se a um aceleramento da digitalização de todas as dimensões da vida dos cidadãos. A pandemia contribuiu enormemente para esta revolução digital. Mas vem aí mais. A capacidade de tratar milhões de informações através dos novos métodos de inteligência artificial e os avanços na área da automatização permitirão o controlo - e, em muitos casos, a manipulação - das pessoas de modo nunca visto.

Victor Ângelo

David Miliband

Reparação do sistema de financiamento em pandemia

Desde a última reunião do G7 em agosto de 2019, a covid-19 resultou em 3,5 milhões de mortes e estima-se que as perdas económicas cheguem aos 22 biliões de dólares até 2025 - um choque económico 80% maior do que o que se seguiu à crise financeira global de 2008. Cada um desses eventos cataclísmicos gerou um multilateralismo ousado e eficaz que tornou o mundo mais seguro e próspero a partir de então. O G7 teve agora a oportunidade de demonstrar o mesmo tipo de liderança na sua cimeira na Cornualha.

David Miliband, Elizabeth Radin e Christopher Eleftheriades

Jorge Moreira da Silva

A boa liderança

Peter Drucker dizia que "gerir é fazer as coisas bem, liderar é fazer as coisas certas". Paradoxalmente, apesar da importância que comporta para o nosso futuro individual e coletivo, pouca atenção é atribuída à discussão sobre os atributos da liderança política. É verdade que existe investigação e bibliografia abundante sobre os atributos da liderança política. Mas não é menos verdade que nada dispensa a reflexão individual dos eleitores sobre as suas escolhas de liderança.

Jorge Moreira da Silva

Aires Pereira

PRR esquece gestão de resíduos urbanos

Tem-se falado muito na proposta de Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que irá enquadrar a utilização de cerca de 13.944 milhões de euros em subvenções e 2.699 milhões em empréstimos, até 2026. A este envelope financeiro, juntar-se-ão os fundos estruturais do Portugal 2030, que ascendem a cerca de 24 mil milhões de euros até 2027. Estas disponibilidades financeiras, únicas na História de Portugal, recomendam que se faça uma reflexão profunda da sua aplicação, de modo a ultrapassar algumas das deficiências crónicas do País.

Aires Pereira

Evasões

Notícias Magazine

V Digital

As ciclovias "produzem" mais utilizadores de bicicleta?

As ciclovias "produzem" mais utilizadores de bicicleta?

Nos últimos tempos, a construção de ciclovias na capital acentuou-se com o objetivo de cumprir a promessa eleitoral do presidente da Câmara, Fernando Medina, de ter "pelo menos 200 quilómetros" de vias cicláveis até ao fim de 2021. Apesar das muitas vozes críticas contra faixas "de utilização reduzida", os especialistas consideram que só se promove a utilização deste meio de transporte se, antes, se construírem as infraestruturas necessárias.