Opinião

Premium "Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Rosália Amorim

Orlando Costa, anticolonialista

No domingo publiquei a entrevista que o primeiro-ministro deu ao DN antes de partir para Angola. Eu quis saber o que significava para ele, António Costa, essa visita a uma ex-colónia. E descrevi, por laços familiares, essa ligação, dizendo de um goês que nasceu em Moçambique, o seu pai Orlando Costa, "que é um filho do império português e foi um anticolonialista." Na entrevista, gravada, a minha formulação foi essa: "um filho do império português e anticolonialista."

Ferreira Fernandes

Desporto

  • Classificações
  • Próx Jornada
  • Resultados

DN Life

Primeiro dia de aulas: manual para pais

Para milhares de crianças portuguesas, amanhã é o primeiro dia do resto das suas vidas. Na creche, no pré-escolar, no primeiro ano, no quinto ano, saídos da escola básica para "a escola dos grandes". Como devem os pais agir para que este seja um dia sem dramas nem lágrimas? Perguntámos à psicóloga Rute Agulhas. Texto de Catarina Pires | Fotografia de iStock Deixá-los pela primeira vez ao cuidado de outras pessoas ou vê-los entrar, mochila quase maior do que eles às costas, o portão da escola traz um turbilhão de emoções. As lágrimas (nossas) são quase inevitáveis, entre a alegria [...]

Evasões 360

Lisboa: ideias para aproveitar o primeiro fim de semana de outono

As temperaturas ainda estão veranis, mas este fim de semana marca o fim da estação mais quente do ano e a chegada do outono. Por Lisboa, não faltam atividades para aproveitar ao máximo esta sexta, sábado e domingo, muitos deles gratuitos e ao ar livre. Principalmente, porque os dias ainda estão quentes.   Basta percorrer a fotogaleria acima para ficar a conhecer sete sugestões para este fim de semana na capital e arredores.   Leia também: 12 restaurantes que abriram neste verão em Lisboa Descobrir as praias secretas de Lisboa num carro elétrico 10 ideias para aproveitar o resto do […]

Festival Lumina dá cores e formas luminosas a Cascais

Cascais prepara-se para ganhar novas luzes, formas e cores já no próximo fim de semana, durante o Lumina – Festival da Luz 2018, em que participam 14 artistas com diversos projetos, videomappings e instalações, num convite para as pessoas percorrerem as ruas da vila à noite. Catorze artistas nacionais e internacionais «prestam tributo ao tema do festival através de obras e criações únicas, guiando o visitante ao longo de um percurso de experiências emocionais e sensoriais», sob a forma de projetos contemplativos, videomappings, performances, desfiles e projetos interativos, explica a produtora O CUBO. O objetivo do Lumina, este ano, é […]

Uma revista de viagens para compreender o mundo

Das agências de viagens, tal como das grandes editoras, não se esperam grandes romantismos. Se uns vendem férias, sonhos, destinos exóticos, as outras vendem literatura, mas quase sempre em pacote. Há exceções. A Nomad, agência que há muito tem trilhado o seu próprio caminho, uniu-se à micro-editoraNevoazul para criar um objeto singular. Uma revista/livro com 175 páginas, bom papel, design cuidado, que reúne uma série de viagens feitas por elementos da (ou com ligações) à agência um pouco por todo o mundo. Aqueles sítios, nem todos de sonho, que já desejámos conhecer, mas que nunca tivemos dinheiro, tempo ou coragem […]

Porto: passear no Campo Alegre entre flores e restaurantes

Já foi rua de Santo Amaro, como se lê no Roteiro Oficial da Cidade do Porto de 1933, mas é desde 1949 conhecida como Rua do Campo Alegre. Deve o seu nome à grande quinta localizada a poente e que hoje acolhe o Jardim Botânico, um dos pulmões da cidade. Ocupava por essa altura 12 hectares de extensão, que se viram reduzidos para menos de metade com a construção dos acessos para a Ponte da Arrábida, na década de 1960. Ao longo dos dois quilómetros de extensão da rua, que liga a zona de Cedofeita a Lordelo do Ouro, de […]