Leonídio Paulo Ferreira

O Líbano sempre sob a ameaça da guerra de todos contra todos 

A explosão em forma de cogumelo transmitida pelas televisões do mundo inteiro certamente contribuiu para o clima de histeria em torno do sucedido nesta terça-feira em Beirute ainda antes de se saber ao certo o número de vítimas (grande!), mas só quem não conhecer a história do pequeno Líbano pode duvidar de como algo que até pode ter sido acidental é naquele país explosivo (e aqui não estou a fazer nenhum jogo de palavras).

Leonídio Paulo Ferreira

Marisa Fernandes

A Defesa do Multilateralismo na Presidência Alemã do Conselho de Segurança da ONU

Julho foi um mês de dupla presidência para a Alemanha. Assumiu a presidência do Conselho da União Europeia (UE), que durará até ao final do presente ano, ao mesmo tempo que assumiu a presidência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), com a duração de apenas um mês. E isto traduziu-se, desde logo, numa maior responsabilidade da parte da Alemanha na defesa do multilateralismo e na influência (e mediação) da agenda internacional.

Marisa Fernandes

Margarita Correia

Das crenças

Nos últimos meses, dei comigo a refletir mais demoradamente sobre as crenças. Não, não foi impulso místico o que me levou a pensar no assunto, mas antes a perplexidade com que assisto à aparente convicção com que alguns governantes propalam ideias que contrariam a evidência e a ciência - e.g. o SARS-Cov 2 está controlado e em breve a pandemia estará resolvida; o uso de hidroxicloroquina ou o consumo de vodca previnem a COVID-19. Digo "aparente convicção" porque me custa acreditar que governantes de países creiam efetivamente no que dizem: provavelmente estou condicionada pela crença - justificada? - de que um governante é um indivíduo minimamente racional e inteligente.

Margarita Correia

Mais atualidade

Ana Daniela Soares

E se a pitão de sete metros do vizinho estiver na sua cama?

A curiosidade jornalística levou Ana Daniela Soares a querer saber mais sobre a paixão de muitos portugueses por animais exóticos, dos escorpiões às cobras, e o resultado é um livro fascinante. Há casos de ilegalidade e de opções de risco, mas também quem saiba o que está a fazer e dentro da lei. Entrevista publicada originariamente a 21 de fevereiro de 2020., republicada numa série de 'best of' entrevistas de verão que o DN está a republicar.

Premium

Vitória de Setúbal

O "assassínio" de um histórico do futebol português

Carlos Cardoso recusa ser pessimista, mas confessa que lhe dói a alma por ver o seu Vitória nesta situação aflitiva, podendo descer de divisão na secretaria. "As leis do futebol deviam servir para salvar a história do futebol e não deixar morrer clubes históricos", defende o ex-capitão. Dívidas no valor de 24 milhões de euros tramam os sadinos. DN revela PER.

Desporto

  • Classificações
  • Próx Jornada
  • Resultados
I Liga
  • 1FC Porto82
  • 2Benfica77
  • 3Braga60
  • 4Sporting60
  • 5Rio Ave55
  • 6Famalicão54
  • 7V. Guimarães50
  • 8Moreirense43
  • 9Santa Clara43
  • 10Gil Vicente43
  • 11Marítimo39
  • 12Boavista39
  • 13Paços de Ferreira39
  • 14Tondela36
  • 15Belenenses35
  • 16V. Setúbal34
  • 17Portimonense33
  • 18Aves17
I Liga

V Digital

Ana Margarida Lourenço é professora de inglês em Pequim e conta como está a viver a pandemia de Covid-19

Uma professora portuguesa fala dos dias de pandemia em Pequim

Ana Margarida Lourenço é professora de inglês em Pequim. Mas para percebermos como ela lá foi parar é preciso fazer uma viagem no tempo até 2006, a uma experiência no Parlamento Europeu que terá sido um momento revelador na vida de uma apaixonada por línguas e com uma vontade imensa de conhecer o mundo. A paixão pelo mandarim falou mais alto e levou-a a abraçar por inteiro o país do sol nascente. 2020 começou com a celebração do ano chinês com uma viagem ao Japão, mas o regresso foi um mergulho num "novo normal" até então inimaginável. Ela conta tudo, neste episódio especial do Cartaz da Quarentena.