Opinião

Javier Solana

A segurança europeia após a Cimeira da NATO em Madrid

No final de junho, 25 anos depois de Madrid ter sido a última sede da Cimeira da NATO, a capital espanhola volta a ser palco de um novo capítulo da segurança europeia. E a Europa, na sua maioria, terá de ser a protagonista. Em última análise, o próximo encontro da Aliança deve ajudar-nos, europeus, a intensificar e assumir as nossas responsabilidades no que diz respeito à segurança do nosso continente. Essa é a melhor e mais necessária contribuição que a Europa pode dar para o futuro da NATO.

Javier Solana

Mais atualidade

Liga dos Bombeiros Portugueses

Bombeiros acusam Ministério de quebrar acordo quanto ao transporte de doentes não urgentes

A Liga dos Bombeiros Portugueses sublinha que a responsabilidade por qualquer limitação registada no transporte de doentes não urgentes "está única e exclusivamente relacionada com os critérios de custeamento do serviço definidos unilateralmente pelo Ministério da Saúde"

Mais Opinião

Bernardo Ivo Cruz

Em Lisboa reaprendemos a olhar para os oceanos

No final da década de 80 do século passado a então primeira-ministra da Noruega, Gro Brundtland, coordenou a publicação de um relatório intitulado O Nosso Futuro Comum, no qual faz a ligação entre as alterações climáticas e o desenvolvimento. É nesse mesmo texto que surge o agora corriqueiro termo "desenvolvimento sustentável". Se o mundo tivesse dado ouvidos às preocupações que o relatório identificou, teríamos tido tempo para dar resposta aos desafios que temos coletivamente pela frente. Não ouvimos e agora o tempo é pouco para o muito que temos de fazer.

Bernardo Ivo Cruz

Rute Candeias

Todos a bordo

Há problemáticas ambientais no que concerne ao oceano que estão longe de se resolverem e que exigem medidas efetivas e assertivas. Falamos do lixo marinho, da insustentável exploração dos recursos marinhos e da, já tão conhecida, crise climática, que está a ter impactos profundos nestes ecossistemas devido, sobretudo, ao aquecimento e à acidificação da água do mar. São porventura temas já muito falados e estudados, e até banalizados, mas infelizmente a situação é grave.

Rute Candeias

Pedro Marques

Regresso ao passado

Odia 6 de janeiro de 2021 foi o clímax da Presidência de Donald Trump. Confrontado com a sua derrota nas urnas, Trump insistiu na narrativa falsa sobre eleições fraudulentas, mobilizou e incentivou os seus mais fervorosos apoiantes a invadir o capitólio nos EUA. Foi uma tentativa desesperada de impedir a transição de poder, que bem reflete os seus quatro anos de instabilidade, polarização e desrespeito pelas mais básicas normas de convivência democrática.

Pedro Marques

Evasões

Notícias Magazine