Mundial 2022

Opinião

Manuela Ramalho Eanes

Morreu um Grande Herói da Solidariedade

Como membro do Conselho de Curadores da Fundação Manuel António da Mota, conheci a Academia do Johnson, no Bairro do Zambujal, junto à Cova da Moura, e fiquei muito impressionada e sensibilizada com o trabalho que estão a dinamizar com toda a comunidade, incluindo o acompanhamento de centenas de crianças e jovens oriundos de meios sociais e económicos desfavorecidos e suas famílias, assim como com actividades com pessoas mais velhas que tinham ali um ponto de encontro e de apoio.

Manuela Ramalho Eanes

João Almeida Moreira

Seitas não são brincadeira

Além do noticiário político, diretamente de Brasília, onde Lula da Silva tem de escolher, de entre os mais de 400 nomes que compõem a equipa de transição, de neoliberais a comunistas, os cerca de 35 ministros que farão parte do seu governo, e do noticiário desportivo, diretamente de Doha, onde Tite tem de decidir, de entre os 26 craques da seleção brasileira, de defesas operários a atacantes artistas, quais os 11 que jogam de início cada partida do Mundial, os jornais têm dedicado minúsculos pés de página ao noticiário cómico, diretamente da porta dos quartéis.

João Almeida Moreira

Mais Opinião

Sebastião Bugalho

Jiang Zemin (1926-2022) - The last man smiling

O luto não é um processo simples, a 9 mil 668 quilómetros de onde este jornal foi impresso esta madrugada. Na China, a partida de antigos líderes - o seu impacto na memória coletiva do país - é feita de cuidados e complexidades que ultrapassam a gestão política. A remoção de Hu Jintao do último Congresso do Partido Comunista Chinês este ano, onde Xi Jinping recebeu um inédito terceiro mandato desde que a sua limitação é regra, foi um exemplo do peso simbólico que caracteriza o conjunto de homens que conduziram a República Popular da China nos seus 73 anos de existência.

Sebastião Bugalho

Maria da Graça Carvalho

Sida - O poder da cooperação internacional na Saúde

Neste Primeiro de Dezembro, em que Portugal celebra a Restauração da Independência, assinala-se também o Dia Mundial de Luta Contra a Sida. Mais de quatro décadas depois da sua identificação, esta doença já não nos intimida como nos primeiros tempos. O desenvolvimento de antirretrovirais eficazes e, sobretudo, o facto de estes se terem tornado mais acessíveis, associado a uma aposta forte no diagnóstico, tem-nos permitido transformar uma doença terminal numa condição crónica, com condicionalismos vários, mas que permite proporcionar aos doentes uma qualidade e uma esperança de vida próximas da normalidade.

Maria da Graça Carvalho

Jorge Costa Oliveira

A ignorância atrevida de Carlos Costa - a China como exemplo

No recente livro O Governador, de Luís Rosa (L. Rosa), resultante de conversas e entrevistas com Carlos Costa (C. Costa), a propósito da sua passagem pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), escreve-se o seguinte: "A CGD detinha o Banco Nacional Ultramarino (BNU) que (...) se mantinha como um banco emissor de moeda (...). Costa vai dar grande importância a Macau, por ver aí uma possibilidade de explorar o importantíssimo mercado chinês (...). Por seu impulso, a CGD abre um escritório de representação na praça financeira de Xangai. Queria ir mais longe, mas recebeu um conselho para não o fazer". E, citando C. Costa: "Recordo-me de que na altura um importante empresário, cliente do BNU Macau, que fazia parte do Comité Permanente do Politburo do Partido Comunista Chinês e da Assembleia Popular Nacional da China, me disse: "(...) ainda não estão criadas as condições para a CGD ir para Pequim porque a capital sofre de vários problemas: corrupção, especulação imobiliária, penetração nos meios suburbanos do narcotráfico (...) e problemas ambientais, a que acresce um sistema jurídico pouco seguro." Depois de cuidada ponderação das informações recolhidas, optou-se por uma entrada gradual e foi solicitada autorização para a abertura de um escritório de representação em Xangai, que foi inaugurado em 2006". Acrescenta L. Rosa: "Carlos Costa nunca o confirmou, mas o empresário em questão será o atual chefe do governo de Macau, Ho Iat-seng (...)".

Jorge Costa Oliveira

Podcasts DN

Tech & Café

João Sousa Guedes, o líder da empresa que já ajudou a levar net a 50 milhões de casas

Ao 16.º episódio o Tech & Café recebe João Sousa Guedes, CEO e fundador da Weezie, empresa portuguesa criadora de software que possibilita a instalação de redes de fibra ótica forma muito mais eficiente. Sedida no Porto, todos os seus clientes são estrangeiros -- e já ajudou a instalar internet em mais de 50 milhões de lares. O próximo passo, os EUA... e o futuro das comunicações. Uma conversa com Filipe Gil e Ricardo Simões Ferreira.

Tech & Café

Tech & Café 15. Reviews e mais reviews. O novo Google Nest, o tradutor Vasco V4 e mais

O 15.º episódio do Tech & Café é mesmo dedicado à tecnologia. Experimentámos o router da Google Nest Pro, o tradutor universal Vasco que vai na versão 4 (e está muito melhor) e o novo relógio para desporto vindo da China que pode ser uma alternativa ao Garmin. E ainda falamos de quem venceu a WebSummit. Como sempre, uma conversa entre Filipe Gil e Ricardo Simões Ferreira, desta vez gravada à distância.

Evasões