Ronaldo e Jorge Mendes também ajudam a Madeira

O jogador e o seu empresário já se tinham unido para apoiar os hospitais de St. António no Porto e Santa Maria em Lisboa. Agora

Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes vão doar cinco ventiladores à Madeira. "Traduzindo em números, vão financiar cinco ventiladores para apoiar no combate à pandemia covid-19 na Região Autónoma da Madeira", revelou este sábado o Serviço de Saúde do RAM (SESARAM)a o SESARAM em comunicado.

A cedência destes equipamentos ao SESARAM e à Região "vai aumentar a capacidade de resposta ao doente crítico no combate à pandemia". Por isso, o "Serviço de Saúde da RAM agradece a iniciativa do capitão da seleção portuguesa e do seu empresário".

Esta já não é a primeira vez que o jogador da Juventus e o seu empresário se unem para ajudar no combate à pandemia do coronavírus. Ronaldo e Jorge Mendes já tinham feito doações para equipar totalmente duas unidades de cuidados intensivos no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), que integra os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente. E ainda uma unidade de cuidados intensivos ao Hospital de Santo António, no Porto.

Jorge Mendes também ofereceu mil câmaras expansoras e 200 mil batas de proteção individual ao Hospital de São João, no Porto. Já a sua empresa de representação de jogadores a Gestifute, uniu-se à Fundação Fosun, de Xangai, cidade chinesa geminada com o Porto, fez uma doação ao município portuense de 53 mil máscaras, 5 mil testes, 200 óculos e 200 fatos de proteção.

Ronaldo está na Madeira a cumprir a quarentena. O jogador da Juventus viajou desde Itália no dia 9 de março para visitar a mãe que estava no hospital depois de sofrer um ACV e já não mais voltou a Turim.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG