Ator de 'Prison Break' recusa ir à Rússia por ser 'gay'

Wentworth Miller foi convidado a marcar presença no Festival Internacional de Cinema de São Petersburgo. O ator enviou uma carta a recusar a proposta por não gostar da forma como tratam os gays na Rússia.

"Como homem gay, devo recusar", escreveu o protagonista da série Prison Break numa carta dirigida aos responsáveis pelo evento e cujo conteúdo foi publicado na página online da organização GLAAD, que luta pelos direitos de homossexuais, lésbicas e transexuais.

Na sua resposta, Miller foi ainda mais longe e criticou a mentalidade russa relativamente à sua orientação sexual: "Estou profundamente perturbado com o tratamento que é dado aos homens e mulheres gays pelo governo russo. A situação não é aceitável e eu não posso participar numa celebração organizada por um país onde pessoas como eu têm negados os seus direitos de viver e amar abertamente", vincou, indignado.

O ator que encarnou Michael Scofield na série da Fox, transmitida entre 2005 e 2009, não descartou por completo vir a participar em futuras edições do festival, se a atitude russa face aos homossexuais mudar.

Note-se que há vários anos que circulam boatos acerca da orientação sexual de Wentworth mas só agora foram confirmados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG