10 tendências a não perder este verão

Com os dias quentes a chegar, há que renovar. Veja algumas das tendências que estão a chegar à rua. Cores pastéis, entrelaçados e brilhos, contrariando a tendência "ficar em casa" das últimas estações.

Entrelaçados

Os fios para se entrelaçar são uma moda que veio para ficar. Para além de se poder usar os fios a cruzarem na barriga, também podem ser usados por trás do pescoço ou mesmo braços. É uma combinação versátil que está em voga, podendo usar-se com vários padrões e cores para dar mais brio a este verão. Esta camisa de cor pérola é da marca Acne Studios e tem o PVP 490€.

Cores pastéis

Os tons suaves pastel como o rosa, são um must have, principalmente se for um conjunto blazer e calças. Como as cores são em tom claro, é fácil combinar com t-shirts diversas. Este conjunto rosa faz lembrar algodão doce e é da marca Boss (blazer, 379€; calças, 179,95€).

Bralettes

Não há mais nada que chame o verão se não um top à fresca. Podendo ser conjugado com calças, saias e calções, também têm estado em alta com blazers e calças. Os bralettes (é melhor juntar a palavra ao dicionário) são os novos meninos-bonitos dos designers de moda e este é da Versace, com o padrão que caracteriza a marca Versace nas cores dourado e preto (650€).

Calças compridas e largas

São calças estilo anos 80, de cintura subida e, apesar de serem em tecido na fotografia, podem ser de ganga, as chamadas jeans culotes com corte pelo joelho, mas largos. Podem ser usadas com tops, bralettes, casacos compridos, e acomodam-se ao casual como a uma ocasião formal. É possível conjugar com tudo. Estas são da marca italiana Fendi ( 1200€).

Brilhos

"Brilha, brilha lá no céu a estrelinha" que rejuvenesceu. Os guarda-roupas de 2021 abraçam os novos brilhos. É assim que pode dar um toque especial a uma festa, evento, ou outra ocasião. Este vestido comprido, metalizado, prateado e a lembrar a febre do disco é da Balmain (4893€).

Mangas balão

Estão longe de gerar consenso, mas as mangas abalonadas são uma das tendências deste verão. Combinam com calças elegantes (ou descontraídas), calções ou saias. Há vários tecidos que recriam esta peça abalonada, como cetim ou algodão. Este vestido preto é da marca Gabriela Hearst (5274€).

Corte e costura

Os cortes peculiares em peças de roupa entraram em voga. Além de estarem muito presentes em vestidos, é uma técnica utilizada em camisolas, saias e calças. O vestido em tom azulão é Isabel Marant (920€).

Corpetes

Se antes eram uma peça para esconder, os corpetes estão agora na linha da frente. As marcas cintaram a peça que não pode faltar no roupeiro este verão, como este Givenchy em tom pérola acetinado (2295€)​​​​, não criando dor como antigamente (e também sem a mesma função). É usado de forma descontraída, com uma camisola por baixo, camisa, ou mesmo sem nenhum destes elementos.

Vestidos leves

Longos, ligeiros e esvoaçantes. São assim os vestidos que se desejam este verão, e em que as marcas de luxo apostam. O da foto, em tom claro e padrão floral (outra tendência forte), é da marca Erdem (3080€). Nas combinações possíveis, o maxi dress tanto se dá com um casaco de cor como com sapatilhas, com sandálias de gladiador como com cinto.

Nem sweatshirt nem top

Naquela fronteira era o que seria uma sweatshirt e o top está aquela peça de roupa reúne o melhor dos dois mundos: aquece os braços mas não impede os movimentos. Se arrefece, está à mão e não pesa (adequado para noites atlânticas). Na foto, um modelo da marca Alexandre McQueen (640€). F.Q.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG