Não há férias de Carnaval e as da Páscoa são só quatro dias

O calendário escolar foi ajustado pelo Ministério da Educação para suprir os 11 dias de pausa forçada pelo encerramento das escolas. Acabam as férias de Carnaval e as de Páscoa serão só quatro dias.

Os alunos regressam ao ensino online a partir de dia 8, segunda-feira e já sabe, que não terão férias de Carnaval que estavam previstas de 15 a 17 de fevereiro e as da Páscoa serão encurtadas para quatro dias, de 29 de março a 1 de abril, quando o período que estava previsto ia de 25 de março a 5 de abril. O Ministério da Educação tenta assim suprir os 11 dias de pausa forçada por causa da pandemia.

As datas de conclusão do terceiro período serão diferentes para os vários anos de escolaridade, mas só a 12 de fevereiro se ficará a conhecer essa alteração do calendário escolar e de provas e exames.

O Ministério da Educação preparou ainda o regime não presencial das aulas, já que nesta fase da pandemia ainda não é possível a reabertura das escolas. E nas recomendações que faz aos estabelecimentos de ensino lembra que é precisa ter o cuidado de ter presente:

1 - O tempo de atenção dos alunos e a fadiga de ecrã, variável em função das idades, estilos de aprendizagem e ritmos de diferentes turmas

2 - A diversificação de metodologias ao longo de cada aula, estimulando-se a atenção, o trabalho individual e em pares e acautelando-se a o excessivo recurso a métodos unidirecionais, seguindo-se as sugestões da UNESCO sobre a duração das unidades com base na capacidade dos alunos.

3 - O acompanhamento efetivo dos alunos nas aprendizagens desenvolvidas ao longo de cada semana.

4 - Uma constante monitorização pelas estruturas das escolas da eficácia das opções tomadas para a maximização das aprendizagens dos alunos.

A par das aulas à distância, o ministério tutelado por Tiago Brandão Rodrigues lembra que todos os conteúdos do #EstudoEmCasa estão disponíveis, tanto na RTP Memória como no RTP Play e na app.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG