Rui Rio: "Espero que o ministro não tenha saído por razões táticas"

Líder do PSD elogia sentido de Estado de Azeredo Lopes e considera que "mais vale tarde do que nunca"

Rui Rio, líder do PSD, reagiu à demissão de Azeredo Lopes explicando que a situação do ministro "era insustentável independentemente de ser verdade ou mentira que sabia o que se tinha passado".

Para Rui Rio, Azeredo Lopes mostrou "sentido de estado suficiente" pois não tinha "condições para desempenhar o cargo de ministro da Defesa". E continuou: "Se houvesse mais sentido de Estado esta situação já tinha sido resolvida há mais tempo. Como se costuma dizer mais vale tarde do que nunca. A nota diz que o ministro apresentou a demissão de uma forma que não permitiu que não fosse aceite, teve sentido de Estado, que tem de ser atribuído a este ministro. A responsabilidade do caso depende do que vier a ser descoberto."

Confrontado com uma possível associação entre esta demissão e o Orçamento de Estado, Rui Rio mostrou-se surpreendido. "Sai por não ter condições, espero que não seja por razões táticas relacionadas com o Orçamento de Estado."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG