Detidas mais pessoas no segundo período do Estado de Emergência

As autoridades policiais detiveram 184 pessoas por crime de desobediência durante o segundo período do Estado de Emergência. É mais do que no primeiro, em que detiveram 108 infratores. .

Portugal iniciou às 00:00 deste sábado o terceiro período do Estado de Emergência. Cabe à Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública avaliar o cumprimento das obrigações por parte da população.

No segundo período, entre 4 e 17 de abril, foram detidas 184 pessoas por crimes de desobediência, das quais 44 por desrespeitarem a obrigação de confinamento obrigatório, 80 por não cumprirem o dever de recolhimento domiciliário, 19 por terem os estabelecimentos abertos, 10 por resistência e 20 por violação da cerca sanitária de Ovar., estes os principais crimes.

Nas mesmas duas semanas, as autoridades encerraram 432 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

No primeiro período, entre 22 de março e 2 de abril, registaram -se 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1 708 estabelecimentos comerciais.

A GNR e a PSP insistem no cumprimento "rigoroso" das medidas impostas pelo Estado de Emergência, perante a "imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG