Há 169 casos em Portugal. 10 nos cuidados intensivos

O número de casos suspeitos é de 1704, havendo 11 cadeias de transmissão ativas.

Há 169 casos confirmados e 1704 suspeitos de infeção por covid-19 em Portugal. São mais 57 pessoas cuja infeção foi confirmada nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde a chegada da pandemia a Portugal. Não há mortes a registar, mas dos 114 doentes internados há 10 em Unidades de Cuidados Intensivos.

De acordo com o relatório diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), há ainda 126 casos a aguardar resultado laboratorial e 5011 em vigilância pelas autoridades de saúde -- menos do que na véspera, quando 172 aguardavam resultado dos teste e havia 5674 em vigilância.

Há 11 cadeias de transmissão ativas, as mesmas que na sexta-feira, quando o balanço era de 112 infetados em Portugal e 1308 casos suspeitos.

O relatório fala de apenas um caso recuperado.

Que idades têm?

Entre os doentes infetados estão os casos de um menino com menos de 10 anos e de 19 jovens entre os 10 e os 19 anos.

Existem três casos de doentes infetados internados acima dos 80 anos, 11 entre os 70 e os 79 e 12 entre os 60 e 69 anos. Nestas três faixas etárias há registo de aumento de sete casos, no total.

É entre a população com idades entre os 40 e os 49 anos que se registam mais casos (41) de doentes infetados, segundo o boletim da DGS, que indica a existência de 37 casos entre os 30 e 39 anos. Nestas faixas etárias foi onde se registou o maior aumento de casos nas últimas 24 horas: 13 em cada uma delas,

Há ainda 26 casos entre os 50 e os 59 anos, mais 12 do que na véspera, sendo que entre os 20 e os 29 anos há 19 casos (mais oito que na sexta-feira).

Os casos importados são de Espanha (12), França (7), Itália (13), Suíça (5), Alemanha e Áustria (1).

Onde estão?

Há 77 casos confirmados no norte do país, 8 no centro, 73 na região de Lisboa e 7 no Algarve.

O maior aumento nas últimas 24 horas foi registado na região de Lisboa e Vale do Tejo, já que na sexta-feira havia apenas registo de 46 casos.

Continua a não haver registo de casos nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores, assim como no Alentejo

Há ainda quatro casos confirmados cuja residência é no estrangeiro, segundo o boletim epidemiológico diário.

Que sintomas têm?

Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus (54%) têm tosse, 39% febre, 34% dores musculares, 33% cefaleia e 21% fraqueza generalizada. Há 10% dos doentes que apresentam dificuldade respiratória.

A doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, foi classificada como pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG