Covid-19. Suíça coloca 300 pessoas em quarentena após surto em clube noturno

A lista de convidados permitiu às autoridades contactar os participantes e colocá-los em quarentena durante dez dias. Mas o aviso ficou feito: se acontecerem mais surtos deste género, os estabelecimentos comerciais terão de encerrar novamente.

As autoridades sanitárias da Suíça colocaram 300 pessoas em quarentena devido a um surto do novo coronavírus num clube noturno de Zurique, que se espalhou de forma extremamente rápida, foi anunciado, este domingo.

Um homem que esteve há uma semana no Flamingo Club testou positivo na quinta-feira. Os seus cinco acompanhantes na festa foram testados no dia seguinte, tendo sido também declarados contaminados com covid-19.

Com a ajuda de uma lista de convidados fornecida pelo clube noturno, as autoridades contactaram todos os que participaram na festa, colocando-os numa quarentena de dez dias destinada a tentar controlar a progressão do coronavírus.

Os responsáveis suíços destacam que o incidente no Flamingo Club mostra como é importante manter o distanciamento social e hábitos de higiene, mesmo numa altura em que o desconfinamento está a ser gradualmente levantado no país.

Deixaram mesmo um aviso: se houver mais surtos do género em casas noturnas é provável que estes estabelecimentos comerciais voltem a ser encerrados para prevenir este tipo de contaminação rápida ("superspreader", em inglês).

À imagem da maioria dos países europeus, a Suíça reduziu o número de contaminações por covid-19, mas enfrenta agora alguns surtos, à medida que tenta dar novo impulso à economia, muito afetada pelo confinamento.

Segundo o mais recente relatório das autoridades sanitárias, entre sexta e sábado registaram-se 69 casos de contaminação, num total de 31 555 casos, tendo morrido até agora no país 1 681 pessoas por causa do novo coronavirus.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG