Comissão de inquérito recomenda criação de agência antiterrorismo

Comissão parlamentar que investiga ataques terroristas de Paris defende que é preciso mais ambição "em termos de informação"

A comissão parlamentar francesa que investiga os ataques terroristas em Paris, em 2015, recomendou hoje a fusão dos serviços de informação do país numa única agência nacional.

"Diante da ameaça do terrorismo internacional, precisamos ser muito mais ambicioso em termos de informação", disse o presidente da comissão de inquérito, Georges Fenech, recomendando a criação de "uma agência nacional antiterrorismo".

Dez meses após os atentados de janeiro de 2015, Paris voltou a ser alvo de novos ataques jiadistas a 13 de novembro, que fizeram 130 mortos, a maioria dos quais na sala de espetáculos Bataclan.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG