Casamento termina com 31 em quarentena. Noiva testou positivo

Mulher é profissional de saúde e descobriu que estava infetada após casar.

Com o fim da quarentena obrigatória, Itália está a tentar regressar à normalidade, apesar de ainda registar mais de 50 mortes diárias por covid-19. Com os casamentos permitidos, embora com número de convidados limitado, um casal de Vergato, no município de Bolonha, resolveu dar o nó numa cerimónia com 31 pessoas, mas a lua-de-mel teve de esperar. Um dia depois do casamento, a noiva testou positivo para coronavírus.

Agora estão todos os convidados em quarentena. Stefano Pozzi, vice-prefeito da cidade, era um dos convidados e garantiu à imprensa que "durante a cerimónia, estávamos todos a uma distância segura: "Éramos pouco mais de uma dúzia de pessoas. Eu, outro funcionário, as esposas, as testemunhas e, sentando-se mais para trás, os pais".

A noiva é profissional de saúde, tendo sido submetida a um teste, que deu positivo. Assim que soube do resultado, o Departamento de Saúde Pública local contactou cerca de vinte dos convidados que viajaram de Treviso, colocando-os de quarentena. Há ainda outros 11 amigos e familiares que estão sob vigilância em Bolonha.

Itália registou esta quarta-feira 56 mortes e 392 casos de covid-19 nas últimas 24 horas. O número total de mortes no país, desde o início da pandemia, subiu para 34.223 e o número total de infeções é 236.305.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG