Vladimir Putin e a mulher anunciaram divórcio

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e a sua mulher, Liudmila Putina, anunciaram hoje que o seu casamento chegou ao fim.

"Pode dizer-se que se tratou de um divórcio civilizado", afirmou Liudmila Putina ao canal televisivo Rússia 24, em declarações feitas depois de o casal ter assistido ao bailado Esmeralda no Palácio do Kremlin.

Liudmila Putin afirmou que se tratou de "uma decisão conjunta"

"O nosso casamento terminou. Praticamente não nos vemos. Cada um tem a sua vida", frisou, acrescentando: "Não gosto de publicidade e trata-se de problemas complexos. Gostamos muitos das nossas filhas, temos orgulho delas, vemo-nos constantemente".

A ex-mulher do Presidente russo afirmou esperar que continuem a ser "pessoas próximas", agradecendo a "Vladimir Vladimirovitch" por a ter "apoiado sempre".

Vladimir e Liudmila Putina estavam casados desde 1983.

Há vários anos que a imprensa russa aborda a vida familiar do Presidente russo, que só muito raramente aparecia em público com a esposa.

Isso levou a especulações, tendo sido noticiado o romance entre Putin e Elena Kabaieva, antiga campeã do mundo de ginástica e deputada do Parlamento russo, de cuja relação teria nascido um filho.

Esta é a primeira vez que um dirigente russo anuncia o seu divórcio através de órgãos de comunicação social.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG