Lady Gaga, Elton John, Rolling Stones e muitos outros juntos em concerto solidário

Neste sábado, vários músicos e outras personalidades mediáticas vão juntar-se online num evento que pretende recolher fundos para a luta contra o covid-19. De Paul McCartney a Lizzo, passando por Camilla Cabello ou Eddie Veder.

Faz lembrar um pouco o Live Aid que em 1985 juntou dezenas de artistas num evento solidário para combater a fome em África. Só que desta vez não haverá palcos montados nem milhares de pessoas reunidas em estádios. Neste One World: Together at Home (Um mundo: juntos em casa), cada músico estará em sua casa, ligado a um computador, atuando sozinho perante o mundo inteiro, e o objetivo é recolher apoios para o fundo Covid-19 Solidarity Response da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Para o evento, que tem a curadoria de Lady Gaga, estão confirmadas as presenças de, entre outros, Eddie Vedder, Elton John, Sam Smith, Paul McCartney, Stevie Wonder, Chris Martin (Coldplay), John Legend, Billie Eilish e o irmão, Finneas, Pharrell, Taylor Swift, Camila Cabello, Billie Joe Armstrong (Green Day), Lizzo, Usher, Alanis Morissette, Jennifer Lopez, Alicia Keys, Andrea Bocelli, J Balvin, Keith Urban, Celine Dion, Shawn Mendes e Anitta. Os Rolling Stones juntaram-se esta sexta-feira ao elenco,

A apresentação estará a cargo de Jimmy Fallon, Jimmy Kimmel, Stephen Colbert e das personagens da Rua Sésamo. Para além dos músicos, outras personalidades irão também fazer uma pequena participação, como, por exemplo, Idris Elba, Oprah Winfrey, Ellen DeGeneres, Sarah Jessica Parker e David Beckham, entre outras personalidades.

O evento está dividido em duas partes: uma primeira parte de seis horas, que só será transmitida online, em várias plataformas (como, por exemplo, o Facebook, o Instagram, o Twitter e o YouTube), a partir das 18.00. E um concerto de duas horas que será transmitido, a partir da meia-noite, também em canais de televisão e de rádio. Em Portugal, será na MTV, TVI e Rádio Comercial.

Para saber mais pormenores sobre os artistas que atuam na primeira e na segunda parte, é melhor consultar o site oficial do evento.

Num comunicado publicado no site da OMS, Hugh Evans, cofundador e diretor executivo da Global Citizen, explicou que, além honrar e apoiar "os esforços heroicos dos profissionais de saúde de todas as comunidades, o One World: Together at Home procura também funcionar como uma fonte de unidade e de incentivo à luta global contra o covid-19". "Através da música, do entretenimento e do seu impacto, o elenco que reunimos vai celebrar, ao vivo, todos aqueles que arriscam a sua própria saúde para proteger a de todos os outros", acrescentou.

Na mesma nota, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, disse que o concerto é "uma poderosa demonstração de solidariedade contra uma ameaça comum". Para se ter uma ideia: mesmo antes de arrancar, o evento já conseguiu a proeza de arrecadar mais de 35 milhões de euros em ajudas.

Notícia alterada às 16.30 com a inclusão dos Rolling Stones.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG