Exclusivo Coronavírus obriga Macron a reiventar-se três anos após ser eleito

Apesar de um ligeiro aumento da popularidade no final de março, presidente francês voltou a cair nas sondagens em finais de abril. Desconfinamento começa a 11 de maio.

"Não será fácil todos os dias, eu sei. A tarefa será dura." As palavras foram proferidas a 7 de maio de 2017 por Emmanuel Macron, diante da pirâmide do Louvre e de milhares de apoiantes após um vitória folgada na segunda volta das presidenciais com 66,1%, mas poderiam ter sido proferidas hoje face à pandemia do coronavírus.

Um desafio que não é o primeiro que o presidente enfrenta em três anos de mandato, mas cuja resposta pode determinar as suas hipóteses de reeleição em 2022. Macron que disse que, diante desta pandemia, era preciso uma "reinvenção, minha antes de tudo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG