Premium Gestão da crise económica "dirá se o PSD é alternativa"

A opinião publicada - em Portugal e não só - tem tecido rasgados elogios à atitude cooperante de Rui Rio, mas é o PS que marca pontos na confiança dos portugueses. Erro de estratégia? PSD acredita que não. António Costa Pinto defende que será a gestão da crise económica a determinar se o partido perde ou ganha terreno.

A posição colaborante assumida por Rui Rio na liderança da oposição, durante as últimas semanas, tem granjeado ao líder do PSD uma longa lista de elogios, que vão do El País ao The New York Times, mas parece não ter eco nas intenções de voto dos portugueses.

Realizada entre 15 e 26 de abril, com o país em estado de emergência, a sondagem da Pitagórica para a TSF e o Jornal de Notícias deixa os sociais-democratas quase a 19 pontos do PS, que surge agora com uma intenção de voto de 41,9%, enquanto o PSD cai para os 23,1%, uma quebra de dois pontos percentuais em relação a março. Ao mesmo tempo, a taxa de aprovação do Governo bate recordes, subindo dos 60% para os 74%, um aumento de 14 pontos percentuais.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG