Estrela da Amadora-Benfica. O Ruço vai regressar à sua Reboleira

Benfica vai jogar à Reboleira nos oitavos de final da Taça de Portugal no dia 12 de janeiro de 2021. Jogo marca o regresso de Jorge Jesus ao clube tricolor. Sporting e FC Porto só conhecem advesrários no dia 23.

Jorge Jesus vai voltar à Reboleira, que é como quem diz, a casa O sorteio dos oitavos de final da Taça de Portugal foi caprichoso e ditou que o Benfica irá jogar ao Estádio José Gomes com o Estrela da Amadora, que o técnico encarnado já orientou entre 1998 e 2000 e 2001 e 2003. Será um regresso cheio de história a uma casa que o viu crescer para a ribalta do futebol e onde deixou saudades.

Natural da Amadora (tem 66 anos) e filho de VIrgolino de Jesus, que chegou a jogar no Sporting na época dourada dos Cinco Violinos, o ruço, como ainda hoje lhe chamam na rua, cresceu ao lado do estádio dos tricolores. Fugia de casa para ir jogar à bola até que um dia seguiu as pisadas do pai e começou a jogar futebol nos júniores do Estrela (1970), de onde sairia para o Sporting.

A carreira como jogador foi menos fulgurante que a de treinador. Começou no Amora e ainda passou pelo Salgueiros e União da Madeira até chegar ao seu Estrela da Amadora em 1998. Foi na Reboleira que trabalhou com Mário Veríssimo, antigo enfermeiro e massagista do Estrela da Amadora, que ficou conhecido como "o amigo de Jorge Jesus" e ficará na história como a primeira vítima da pandemia em Portugal.

O encontro com os tricolores da Reboleira marca ainda o reencontro de Jesus com André Geraldes. O homem forte do futebol do renascido Estrela da Amadora foi team manager do Sporting na altura em que o agora treinador do Benfica orientou os leões.

Por tudo isto a ida do Benfica à Reboleira a 12 de janeiro de 2021 será especial para o técnico, que já confessou várias vezes que tem um carinho especial pela Taça de Portugal e procura mais uma final para homenagear o avô paterno, um fervoroso adepto do Vit. Setúbal, que morreu de ataque cardíaco no Estádio do Jamor, quando via a final de 1967, entre os sadinos e a Académica.

A sorte da equipa da Reboleira foi ditada pelas mãos de Rebelo, esta quarta-feira, na Cidade do Futebol. O histórico capitão dos tricolores foi o convidado do sorteio e colocou o seu Estrela no caminho do Benfica nos oitavos de final da Taça de Portugal.

As duas equipas voltarão assim a encontrar-se quase 12 anos depois. A última vez que Benfica e Estrela se defrontaram foi em abril de 2009, precisamente no Estádio José Gomes, na Reboleira, quando o clube disse adeus à I Liga depois de despromovido na secretaria por dívidas a terceiros. Na altura, a equipa treinada por Quique Flores venceu, por 2-1, a turma de Lázaro Oliveira. Óscar Cardozo marcou os dois golos das águias, enquanto o golo amadorense foi apontado por Silvestre Varela, atualmente ao servido da B SAD.

O encontro entre os encarnados, recordistas de troféus (26 contra 17 do FC Porto e 16 do Sporting) e finalistas da última edição (perdeu com o FC Porto) com os vencedores da Taça de 1990 será um dos duelos emocionantes dos oitavos. A história diz que os grandes costumam levar a melhor frente a adversários de escalões inferiores, mas já houve três exceções encarnadas (1961, 2003 e 2007), que podem servir de alento aos amadorenses.

"Só equacionamos que o jogo seja na Reboleira"

O jogo também será especial para o renascido clube da zona da Reboleira, que chegou aos oitavos de final da Taça de Portugal, prova que ganhou em 1990 (troféu foi penhorado por dívidas a um jogador e à guarda do tribunal), menos de cinco meses depois de regressar aos palcos nacionais.

A fusão do Clube Desportivo Estrela (antigo Estrela da Amadora) com o Club Sintra Football, aprovada em julho, em Assembleia Geral, permitiu o renascimento do clube histórico da Reboleira (Amadora). O emblema tricolor saiu assim dos distritais e voltou ao escalão nacional.

A equipa treinada por Rui Santos é lider da Série G do Campenato de Portugal e parece não ter perdido a mística. "É para nós um motivo de orgulho que ao fim de cinco meses de trabalho o Estrela da Amadora esteja em primeiro lugar no campeonato nacional [série G do Campeonato de Portugal] e jogue os oitavos de final da Taça de Portugal com o Benfica", lembrou André Geraldes, presidente da SAD do Clube Football Estrela, salientando que "é importante" que o clube volte ao convívio com os grandes o mais rápido possível.

Quanto ao local do jogo, só pode ser no velhinho Estádio José Gomes: "Obviamente só equacionamos que o jogo seja na Reboleira, que é a casa do nosso clube."

Sporting e FC Porto só conhecem adversários no dia 23

O Sporting de Rúben Amorim e o FC Porto de Sérgio Conceição tiveram sortes semelhantes. Ambos jogarão fora de casa, mas ainda não sabem com quem e tanto pode ser com um emblema da I Liga como de uma divisão (ou duas) inferior. Assim os leões irão jogar com o vencedor do jogo entre o Marítimo e o renovado Salgueiros, enquanto os dragões (detentores do troféu) vão jogar com o vencedor do encontro entre o Nacional e o Leixões.

Já o Sp. Braga, que na ronda anterior eliminou o Olímpico do Montijo (7-0), vai ter pela frente uma formação do Campeonato de Portugal, recebendo o Torreense. O clube que em 1999 fez história ao eliminar o FC Porto volta a estar presente nos oitavos de final da prova rainha do futebol português, que se joga desde o dia 6 de junho de 1939 (Académica conquistou a edição inaugural da Taça de Portugal ao bater o Benfica).

Os treinadores do Torreense e Sp. Braga vão voltar a encontrar-se 11 anos após Filipe Moreira pregar um valente susto a Carvalhal. Em 2009, o então técnico do Mafra, perdeu em Alvalade, por 4-3, frente ao Sporting, então comandado por Carlos Carvalhal. "Foi um dia especial, o encontro com um treinador de quem gosto bastante e sou amigo. Agora reencontramo-nos, ele noutro Sporting e eu, não no Mafra, mas perto, no Torreense", recordou o técnico do clube de Torres Vedras.

Filipe Moreira promete voltar a criar dificuldades, desta vez ao Sp. Braga: "Somos uma das equipas que ainda não perdeu nesta época em Portugal, em 10 jogos, mas o futebol é o momento. Orgulho e objetivo é representar este clube em qualquer competição e honra é fazer com que se possa repetir a história, como já aconteceu com o Torreense."

O único duelo já certo entre primodivisionários vai opor o Moreirense ao Santa Clara. O Rio Ave vai receber o Estoril, da II Liga, e Fafe, do Campeonato de Portugal, vai receber o B SAD (Belenenses SAD) ou Sp. Espinho, enquanto o Académico de Viseu vai visitar o União de Leiria ou o Gil Vicente.

Até ao momento estão apuradas 12 das 16 vagas para os oitavos de final. Faltam definir quatro lugares, resultantes dos jogos de dia 23 de dezembro: Marítimo - Salgueiros, UD Leiria - Gil Vicente, B SAD - Sp. Espinho e Nacional - Leixões.

Os jogos dos oitavos estão marcados para os dias 12, 13 e 14 de janeiro de 2021. Foi ainda sorteado o cruzamento de jogos até às meias finais, onde dar-se o caso de haver um FC Porto-Sp.Braga e um Benfica-Sporting.

Sorteios dos oitavos de final da Taça de Portugal

AD Fafe - com vencedor do jogo entre o B SAD - Sp. Espinho

Estrela da Amadora-Benfica

Rio Ave-Estoril

Sp. Braga-Torreense

Vencedor do jogo entre o Marítimo e o Salgueiros - Sporting

Moreirense-Santa Clara

Vencedor do jogo entre o Nacional e o Leixões - FC Porto

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG