Veneza: a enorme Alfama italiana

La Serenissima vive numa luta entre o turismo e a autenticidade. Os venezianos estão a deixar a cidade dos canais e das gôndolas cada vez mais entregue aos turistas: são mais de trinta milhões por ano. Entre multidões e protestos, a cidade continua belíssima. Até quando? Texto de Marina Almeida Ainda há venezianos a morar em Veneza? «Só eu», diz Marta. Bem-disposta, divide-se entre a receção de dois hotéis no centro da cidade, que cobram uma taxa turística diária de 3,5 euros por pessoa. Ora fala italiano, ora inglês, ora francês e não tem tempo a perder. Há sempre reservas […]

Para saber mais clique aqui: www.voltaaomundo.pt

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG