Rio Douro desce na Régua mas Proteção Civil mantém-se alerta devido à chuva

O caudal do rio Douro desceu cerca de um metro abaixo do cais da Régua durante a noite, mas a Proteção Civil mantém-se alerta devido à pluviosidade que tem caído e poderá provocar um novo aumento das águas.

"Estamos neste momento com um cenário de cheia muito menos preocupante, se bem que, como choveu muito durante a noite estamos em alerta amarelo hidrológico", afirmou à agência Lusa Manuel Saraiva, responsável pela Proteção Civil Municipal de Peso da Régua.

Durante a manhã de sexta-feira o caudal do rio Douro galgou o cais fluvial da Régua, obrigando à retirada dos bens dos dois estabelecimentos comerciais ali instalados, uma loja de artesanato e um bar.

Para atingir esta plataforma o Douro sobe entre "o metro e meio aos dois metros" acima do leito normal.

Estas situações em que o Douro galga o cais da Régua repetem-se frequentemente. Os dois estabelecimentos comerciais estão construídos em leito de cheia.

Esta noite, o nível das águas baixou "cerca de um metro abaixo" do cais, mas, segundo Manuel Saraiva, a situação "será monitorizada e avaliada nas próximas 24 horas", até para ver se as albufeiras das barragens terão capacidade de encaixe do caudal do Douro.

Nesse sentido, o responsável salientou que a Proteção Civil se manterá "atenta" ao evoluir da situação. "Nós estamos em alerta até às 20:00, mas o pico do temporal foi às 04:00 e, por isso, não prevejo qualquer tipo de situação mais preocupante na zona ribeirinha da cidade", frisou.

Para atingir a principal avenida do Peso da Régua, a João Franco, o rio teria que subir "cerca de 12 metros" acima do cais fluvial, uma situação que não ocorre há alguns anos..

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG