Novo aumento de seis e dez euros nas pensões

Ao valor será deduzido o montante da atualização que ocorreu a 1 de janeiro de 2018. Medida abrange cerca de dois milhões de pessoas e entra em vigor a 1 de agosto

As pensões de valor igual ou inferior a 643,35 euros vão receber um novo aumento extraordinário, de acordo com uma nova proposta do Governo. Assim, a medida, ainda a ser trabalhada, indica um aumento de seis e de dez euros nas pensões dos reformados. A este valor, contudo, será deduzido o valor da atualização de 1 de janeiro de 2018.

A notícia é avançada pelo Correio da Manhã, que explica ainda que o aumento deverá entrar em vigor a 1 de agosto, vai abranger cerca de dois milhões de pensionistas quer no regime da Segurança Social, quer no da Caixa Geral de Aposentações, e terá um impacto de 34,5 milhões de euros entre agosto e o final deste ano. Nos 14 meses em que será aplicada no próximo ano, a medida terá um impacto financeiro de 87,8 milhões de euros.

Refere o mesmo jornal, citando a proposta do executivo de António Costa, que a medida visa "concluir a compensação pela perda do poder de compra causada pela suspensão, no período entre 2011 e 2015, do regime de atualização das pensões, iniciada em 2017, no sentido de aumentar os rendimentos dos pensionistas com pensões mais baixas".

A medida, que abrangerá as pensões de invalidez, velhice e sobrevivência do regime geral da Segurança Social e da Caixa Geral de Aposentações, tem dois pontos base na atualização das reformas. Quem recebe uma pensão atualizada, entre 2011 e 2015, tem um aumento de seis euros. Os pensionistas com reformas que não foram atualizadas no referido período vão receber mais dez euros. Isto

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG