Ministério vai contratar mais de 250 auxiliares para as escolas

A falta de assistentes e as condições de remuneração levaram a uma greve no início deste ano

O Ministério da Educação vai avançar com a contratação de mais 250 assistentes operacionais para as escolas. O anúncio foi feito esta segunda-feira através de comunicado.

Segundo explica o gabinete de Tiago Brandão Rodrigues, este reforço pretende "responder a necessidades prementes indicadas pelos estabelecimentos de ensino para o ano letivo de 2017/2018, à semelhança do que aconteceu há um ano, quando se procedeu a um primeiro reforço de 300 destes trabalhadores".

Caberá às escolas o procedimento de contratação, com o respetivo lançamento de concursos.

"Paralelamente, está, neste momento, em fase de conclusão a revisão da portaria do rácio de alunos por assistente operacional - uma vontade há muito manifestada pelas escolas - com a qual o atual Governo se empenhou", acrescenta o ministério no mesmo comunicado.

No início do ano os sindicatos realizaram uma greve nacional contestando a falta de auxiliares e as condições financeiras. Também as associações de pais de várias escolas manifestaram preocupação por os assistentes operacionais não serem em número suficiente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG