Judiciária fez buscas no Turismo de Portugal

Unidade Nacional de Combate à Corrupção procura documentos sobre contratos e adjudicações. Ex-membro do conselho de administração está no centro das suspeitas

A Polícia Judiciária realizou, durante o dia de hoje, buscas no Turismo de Portugal. Segundo informações recolhidas pelo DN, os inspetores da Unidade Nacional contra a Corrupção (UNCC) recolheram documentação sobre contratos e adjudicações sobre a promoção do turismo português no estrangeiro, sobretudo no Brasil.

Ao que o DN apurou, no centro das suspeitas estará um ex-elemento do conselho de administração deste instituto público, que terá distribuído adjudicações por empresários que lhe eram próximos.

A nova administração do Turismo de Portugal foi nomeada no passado mês de fevereiro, tendo sido designado Luís Araújo, quadro do Grupo Pestana, para liderar a instituição. Maria Teresa Rodrigues Monteiro foi reconduzida como vice-presidente da administração e para este órgão entraram ainda dois outros quadros do instituto: Filipe Gonçalves da Silva e Carlos Abade.

João Cotrim Figueiredo, antigo presidente, demitiu-se em rutura com a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho. Saíram do Conselho Diretivo, para além de João Cotrim Figueiredo, Luís Matoso e Jorge Abrantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG