JSD acusa Governo de "não ter coluna vertebral"

Os jovens sociais-democratas criticam o PS e os partidos da coligação por não cumprirem os compromissos eleitorais em relação aos descontos nos transportes públicos

Os dirigentes da Juventude Social-Democrata (JSD) acusaram esta quarta-feira o Governo e os partidos de esquerda de "não terem coluna vertebral", depois do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, ter anunciado que não iria recuperar os descontos nos transportes públicos para os jovens.

"Incluíram no seu programa de governo que iriam reforçar e uniformizar os descontos nos transportes públicos para os jovens até aos 25 anos. Fomos, outra vez, enganados!", afirma a JSD em comunicado, que acusa o PS de ter "criticado violentamente" as medidas do anterior governo PSD/CDS e que agora "cruza os braços".

A JSD acrescenta ainda que o PS, tanto como oposição ao anterior executivo como no seu atual programa de governo, sempre afirmou que iria reforçar e uniformizar os descontos nos transportes públicos para jovens e, por esses motivos, a JSD exige que o PS "se retrate e peça desculpa por ter mentido aos portugueses".

O texto, intitulado "PS e Governo não têm coluna vertebral", faz ainda referência aos partidos que apoiam o executivo deAntónio Costa questionando-os se "vão rasgar os seus compromissos eleitorais e compactuar com esta posição" ou "preocupar-se novamente com cartazes com referências religiosas infelizes".

A "jota" pede ainda a esses partidos, que se prenunciem sobre "as mentiras e logros deste governo", acrescentando que "começa a ser tempo de serem claros em relação ao seu posicionamento".

O comunicado surge, após o Ministro João Matos Fernandes, na véspera na discussão na especialidade ter afirmado que "é impossível, nos tempos mais próximos", voltarem os passes sociais para estudantes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG