Leroy Merlin de Sintra evacuado devido a queda de estrutura publicitária

A queda da estrutura publicitária não provocou feridos, mas "obrigou a evacuar a loja" de Sintra como medida de precaução para os clientes

A queda de uma estrutura publicitária sobre parte da cobertura do armazém Leroy Merlin, na zona industrial da Abrunheira, no concelho de Sintra, não provocou danos pessoais, mas levou hoje ao encerramento da loja, informou fonte da Proteção Civil.

Segundo revelou à Lusa fonte do Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra, pelas 12:15 caiu uma estrutura com o símbolo da Santogal "numa ponta do armazém", que não provocou feridos, mas "obrigou a evacuar a loja" como medida de precaução para os clientes.

A estrutura da empresa vizinha do Leroy Merlin caiu devido ao forte vento que se fez sentir na região, em consequência da depressão 'Gisele', e afetou apenas uma parte da loja de materiais de construção e 'bricolage'.

A mesma fonte da Proteção Civil acrescentou que o espaço comercial deverá permanecer "pelo menos hoje encerrado", para a reparação dos estragos, encontrando-se já no local uma grua para retirar a estrutura da concessionária automóvel.

No local estiveram elementos da Proteção Civil de Sintra, dos Bombeiros Voluntários de São Pedro e da Guarda Nacional Republicana, para auxiliar na evacuação da loja, mas o incidente ficou confinado à área comercial, não afetando a circulação rodoviária na zona envolvente.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

O Mourinho dos Mourinhos

"Neste país todos querem ser Camões mas ninguém quer ser zarolho", a frase é do Raul Solnado e vem a propósito do despedimento de José Mourinho. Durante os anos de glória todos queriam ser o Mourinho de qualquer coisa, numa busca rápida encontro o "Mourinho da dança", o "Mourinho da política", o "Mourinho da ciência" e até o "Mourinho do curling". Os líderes queriam ter a sua assertividade, os homens a sexyness grisalha e muitas mulheres queriam ter o Mourinho mesmo.