António Soares é o português ferido. Trabalha no Mónaco

António Soares trabalha no Mónaco e estava em Nice a passar o feriado. Vai ser operado a uma perna esta tarde no hospital Pasteur 2. A sua mulher escapou ilesa.

O assessor de imprensa do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas confirmou ao DN que foi identificado um português, entre os feridos, e que para já é o único cidadão nacional nesta lista.

António Soares, um português que trabalha no Mónaco, principado vizinho de Nice, está hospitalizado, no hospital Pasteur 2, em Nice, e vai ser operado a uma perna esta tarde.

O português e a mulher estavam a passar o feriado em Nice quando foram apanhados pelo "autocarro da morte". A mulher de António Soares, de apelido francês, " escapou ilesa, está livre de perigo", adiantou a mesma fonte, confirmando que "tem havido muitos contactos" de cidadãos portugueses, sobretudo junto dos consulados.

Pelo menos nove das 84 vítimas mortais de um camião que embateu contra a multidão, que, na quinta-feira à noite, festejava um feriado nacional na cidade francesa de Nice, são estrangeiras.

Para já, não foi identificado nenhum cidadão português entre as vítimas mortais. "A embaixada e os consulados portugueses em França, em coordenação com as autoridades francesas, estão a acompanhar a situação e a prestar os esclarecimentos e o apoio necessários aos cidadãos portugueses", garantiu o Governo, em comunicado enviado às redações.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG