Fenprof e FNE confirmam greve para dia de exames nacionais

"A greve é inevitável", disse o secretário-geral da FNE

A Federação Nacional da Educação e a Federação Nacional dos Professores (Fenprof) confirmaram esta segunda-feira a entrega do pré-aviso de greve para 21 de junho, época de exames, esperando uma grande adesão por parte dos professores, face à "insuficiência de respostas" do Governo às reivindicações que apresentou.

"A greve é inevitável, a menos que da parte do Ministério da Educação exista, entretanto, a disponibilidade para que num compromisso escrito se definam de forma clara, nem que seja para negociação futura, algumas decisões", disse à agência Lusa o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva.

Entre as decisões reivindicadas está a garantia de que o descongelamento de carreiras chegue a todos os professores "de forma clara e efetiva" em janeiro de 2018.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG