Celso Manata: novo diretor-geral das prisões

Procurador do Ministério Público é especialista na área de família e menores. Sucede a Rui Sá Gomes que ocupou o cargo durante quase dez anos.

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) decidiu autorizar a nomeação, em comissão de serviço, do procurador-geral adjunto Celso Manata para exercer as funções de diretor-geral da Reinserção e Serviços Prisionais.

Celso Manata, que foi diretor-geral dos Serviços Prisionais entre 1996 e 2001, sucede no cargo a Rui Sá Gomes.

Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República refere que a deliberação do CSMP foi tomada 15 votos a favor e uma abstenção.

Será um regresso a um cargo que Celso Manata conhece bem. Entre 1996 e 2001, o magistrado foi diretor das prisões, trabalhando com os ministros Vera Jardim e António Costa em governos socialistas. Nesse período foram introduzidas inovações como a permissão de os reclusos receberem "visitas íntimas". Depois disso, foi também membro do Comité Europeu para a Prevenção da Tortura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG