Manuel Monteiro rejeita convite para integrar listas do CDS-PP

"Foi um convite muito honroso, que me prestigia imenso", considerou o antigo presidente do CDS-PP Manuel Monteiro. Acredita que pode dar "um contributo maior" ao partido disponibilizando-se para a campanha eleitoral, não ficando "confinado numa candidatura".

O antigo presidente do CDS-PP Manuel Monteiro revelou esta terça-feira ter rejeitado o convite para integrar as listas de deputados dos centristas às eleições legislativas, agendadas para 30 de janeiro de 2022, dizendo não querer "ficar confinado numa candidatura".

"Foi um convite muito honroso, que me prestigia imenso, mas creio que posso dar um contributo maior ao CDS, disponibilizando-me para a campanha eleitoral onde o CDS-PP assim o entender e não ficar confinado numa candidatura", justificou Monteiro, em declarações à CNN Portugal.

Manuel Monteiro já havia sido sondado por Francisco Rodrigues dos Santos para encabeçar as listas do Porto ou de Braga.

Na segunda-feira, em entrevista à RTP, o presidente do CDS-PP foi interpelado sobre a possibilidade de o antigo presidente do partido Manuel Monteiro integrar as listas de deputados do partido como número um pelo círculo eleitoral do Porto.

Francisco Rodrigues dos Santos respondeu que Manuel Monteiro seria "um expoente máximo da representação" do partido e "é natural que haja vontade da direção do partido em contar com Manuel Monteira, que seria um ás, um trunfo, para o CDS ter um bom resultado". No entanto, não concretizou se o partido iria incluir o antigo dirigente nas listas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG