Marcelo questiona se Estado não deve intervir dada a crise da comunicação social

Presidente falou na entrega dos Prémios Gazeta 2017.

O Presidente da República questionou hoje se o Estado não tem o dever de intervir dada a crise da comunicação social, considerando que há uma "situação de emergência" que já constitui um problema democrático e de regime.

"A grande interrogação que eu tenho formulado a mim mesmo é a seguinte: até que ponto o Estado não tem a obrigação de intervir?", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, na cerimónia de entrega dos Prémios Gazeta 2017, num hotel de Lisboa.

O Chefe do Estado adiantou que, a este propósito, tem pensado se "não será possível uma forma de intervenção transversal, a nível parlamentar, que correspondesse a um acordo de regime".

"Não sei, verdadeiramente, quais são as pistas. Tenho para mim esta preocupação, que é: não queria terminar o meu mandato presidencial com a sensação de ter coincidido com um período dramático da crise profunda da comunicação social em Portugal. E, portanto, da liberdade em Portugal e, portanto, da democracia em Portugal", acrescentou.

Joana Gorjão Henriques (imprensa), Cláudia Arsénio (rádio), Pedro Coelho (televisão), Adriano Miranda (fotografia), João Santos Duarte e Tiago Miranda (multimédia), são os vencedores dos Prémios Gazeta 2017.

Margarida David Cardoso ganhou o Gazeta Revelação e o júri distinguiu o Correio da Feira com o Prémio Gazeta da Imprensa Regional.

Luís Filipe Costa, jornalista, radialista e realizador de televisão, recebeu o Prémio Gazeta de Mérito.

Exclusivos

Premium

Gastronomia

Quem vai ganhar em Portugal as próximas estrelas Michelin

É já no próximo dia 20 em Sevilha que vamos conhecer a composição ibérica das estrelas Michelin para 2020. Estamos em festa, claro, e festejaremos depois com os nossos bravos, mesmo sabendo que serão poucos para o grande nível a que já chegámos. Fernando Melo* escreve sobre quais os restaurantes em Portugal que podem ganhar estrelas Michelin em 2020.