Magistrado e antigo docente do CEJ João Monteiro proposto vice-PGR

Nomeação está a cargo do Conselho Superior do Ministério Público

O magistrado João Monteiro vai ser o nome indicado pela nova procuradora-geral da República (PGR), Lucília Gago, para o cargo de vice-PGR, cabendo ao Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) votar o nome proposto, confirmou à Lusa fonte do Ministério Público.

João Monteiro é atualmente procurador-geral adjunto junto do Tribunal da Relação de Guimarães, tendo durante o seu percurso profissional sido docente, em comissão de serviço, no Centro de Estudos Judiciários (CEJ), onde chegou a integrar o júri das provas orais de ingresso na magistratura.

Caberá hoje ao CSMP, órgão de gestão e disciplina dos magistrados do Ministério Público, votar, em reunião plenária, o nome de João Monteiro para o cargo de vice-PGR.

Após a nomeação de Lucília Gago para suceder a Joana Marques Vidal à frente da PGR chegaram a constar como possíveis vice-PGR os nomes de Raquel Desterro, da Procuradoria-Geral Distrital do Porto, e de Teresa Almeida, procuradora-geral adjunta junto do Tribunal de Contas e antiga responsável da 9.ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

O Observador, que avançou com a escolha de João Monteiro para vice-PGR, refere que João Monteiro é também especialista em Direito do Trabalho, tendo sido coordenador do Tribunal de Trabalho de Lisboa.

Exclusivos