Linha SNS24 reforçada com 81 enfermeiros

Ministra da Saúde está na comissão parlamentar a responder sobre questões de política geral do setor. Mas o covid-19 tem sido tema único das perguntas dos deputados.

A Linha SNS24 vai ser reforçada em 81 enfermeiros ainda esta semana, anunciou a ministra da Saúde, numa audiência que está a decorrer no Parlamento.

Ainda falando sobre este sistema de atendimento, Marta Temido afirmou que "não é desejável" a criação de novas linhas com novos números, dado o "hábito" que os portugueses já têm na utilização da Linha SNS24 (808 24 24 24).

A ministra falou ainda da possibilidade de somar psicólogos aos enfermeiros que fazem o atendimento. Marta Temido foi questionada pelo deputado do BE Moisés Ferreira sobre os números exatos de infetados (ontem eram 41) mas a ministra não respondeu, limitando-se a dizer que há mais casos (mas sem quantificar).

SIGA TODOS OS DESENVOLVIMENTOS AQUI.

Na audiência, o PSD voltou a manifestar todo o apoio do partido à ação do Governo."Isto não é um momento de avaliação politica, este não é um momento dos partidos, o país está em estado de guerra", disse o deputado Ricardo Batista Leite.

O parlamentar apelou por exemplo aos trabalhadores do Hospital de Braga que estão em greve para que a desmobilizem porque senão "é como se os bombeiros fizessem greve durante os incêndios de Pedrógão".

Também denunciou casos de "universidades fechadas e discotecas cheias", enfatizando que quando uma faculdade fecha é para as pessoas ficarem em casa.

Quanto à ação estatal, disse que Portugal não pode chegar à situação italiana, em que os médicos "decidem entre quem vive e quem morre porque não há ventiladores". "Não podemos chegar a este ponto" - perguntando, mais uma vez, o que pode fazer o PSD e o Parlamento para ajudar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG