Ultrapassado pela 2.ª vez, comandante da Logística anuncia saída do Exército

Tenente-general Cóias Ferreira foi ultrapassado pela segunda vez com a escolha do tenente-general Guerra Pereira para vice-chefe do Exército

O Quartel-Mestre General do Exército anunciou esta segunda-feira que vai deixar o ramo, soube o DN.

Na base da decisão do tenente-general Cóias Ferreira, diretor honorário da Arma de Artilharia, está o facto de ter sido ultrapassado na escolha para o cargo de vice-chefe do Estado-Maior do Exército (VCEME).

Cóias Ferreira já tinha sido ultrapassado há semanas, quando o Governo escolheu o general Nunes da Fonseca - mais novo e colocado na GNR - para CEME.

Nunes da Fonseca propôs agora o tenente-general Guerra Pereira para VCEME, na sequência da passagem à reserva do anterior titular do cargo, tenente-general Fernando Serafino, no passado sábado.

Esta cadeia de saídas começou em meados de outubro, com a demissão do general Rovisco Duarte do cargo de CEME devido ao caso de Tancos e após o então ministro Azeredo Lopes o ter feito.

Exclusivos