Base aérea do Montijo evoca mortos em acidente com C-130

Acidente ocorreu a 11 de julho de 2016 e causou a morte de três militares durante manobras de treino na fase de descolagem.

O terceiro aniversário do acidente com um Hércules C-130 a 11 de julho de 2016, na base aérea do Montijo, foi evocado esta quinta-feira com uma missa na capela da unidade em memória dos três militares mortos.

Fonte oficial da Força Aérea disse ao DN que foi uma cerimónia muito restrita, realizada ao princípio da tarde.

O acidente deu-se durante o treino de manobras evasivas, num momento em que a aeronave tocava com as rodas na pista e voltava a descolar.

O inquérito concluiu ter havido um erro humano no controlo da aeronave que levou à morte de um tenente-coronel (o piloto), um capitão (copiloto) e um sargento-ajudante. O primeiro era o piloto, o segundo copiloto e o terceiro mecânico.

Do acidente resultaram ainda um ferido grave e três ligeiros.

Exclusivos