António Costa sublinha que Portugal e Timor-Leste estão "juntos para um futuro melhor"

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou o povo timorense pelo 20.º aniversário do referendo de 30 de agosto de 1999, que "levou à autodeterminação do território", assinalando que Portugal e Timor-Leste estão "juntos para um futuro melhor".

"Vinte anos depois do referendo que levou à autodeterminação do território, num processo que vivi intensamente, felicito o povo e o Governo pelo caminho já realizado, de progresso, de democracia e de liberdade", escreveu o chefe do executivo português na rede-social Twitter.

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, representa o Estado português nas comemorações oficiais dos 20 anos do referendo em que os timorenses votaram a favor da independência do país.

Hoje, Ferro Rodrigues discursa na sessão solene alusiva aos 20 anos do referendo que decorre no Parlamento Nacional, num ato em que vão ainda falar Ian Martin, o chefe da missão da ONU que supervisionou o referendo, e o presidente do parlamento, Arão Noé Amaral.

O Colar da Ordem de Timor-Leste vai ser entregue a Ferro Rodrigues pelo Presidente da República timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, durante as cerimónias oficiais, no recinto de Tasi Tolo, na zona oeste da capital timorense.

No sábado de manhã, na Embaixada de Portugal em Díli, Ferro Rodrigues conferirá, em nome do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, a Comenda da Ordem da Liberdade a três diplomatas das Nações Unidas: Ian Martin, Tamrat Samuel e Francesc Vendrell, em reconhecimento pelo seu papel na independência de Timor-Leste.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG