Ex-assistentes de Nigella declaradas inocentes de fraude

Após um julgamento de três semanas, durante o qual a 'chef' confessou já ter consumido cocaína e cannabis, as irmãs italianas Elisabetta e Francesca Grillo, acusadas de desviar cerca de 820 mil euros da conta de Lawson, foram declaradas inocentes.

A decisão judicial favorável às ex-assistentes da apresentadora britânica foi emitida hoje de manhã pelo Tribunal de Isleworth Crown, em Londres. Face à acusação de uso ilegal de 820 mil euros em roupas e viagens, através do cartão de crédito de Nigella, vinculado à empresa de arte do seu ex-marido, Charles Saatchi, as italianas defenderam-se dizendo que Lawson "estava fora de si com drogas" e permitiu que gastassem a quantia que quisessem desde que não a denunciassem ao marido.

Nigella negou ser consumidora assídua, mas acabou por confirmar que usou cocaína sete vezes, algumas delas em frente dos filhos, visto que estava "sujeita a terrorismo emocional" por parte de Saatchi.

A 'chef' de cozinha e o colecionador de arte separaram-se em julho depois de, um mês antes, terem sido publicadas fotografias em que Nigella estava a ser agredida pelo marido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG