Dez milhões de euros. Há 20 anos que ninguém era roubado assim

Kim Kardashian perdeu soma avultada e não ganhou para o susto. O que se sabe até agora sobre o assalto milionário à celebridade em Paris

Há mais de 20 anos que, em França, ninguém perdia tal valor num só assalto: cerca de dez milhões de euros, sobretudo em joias, foi quanto perdeu Kim Kardashian, a estrela de reality shows que foi assaltada à mão armada em Paris, no apartamento onde estava instalada, na noite de domingo para segunda-feira. Segundo a imprensa local, em França, nas últimas duas décadas, nenhum furto de joias orquestrado tendo como alvo uma pessoa só rendera tanto aos atacantes.

O imóvel onde Kim dormia, um dos nove de uma residência discreta localizada numa das áreas mais elegantes da capital francesa, o Hôtel de Pourtalès, é habitualmente arrendado por celebridades quando têm de se deslocar a Paris. Kardashian estaria sozinha na altura do roubo: terá "emprestado" o guarda-costas à irmã, que tal como a mãe do clã Kardashian, também estava em Paris, para assistir aos desfiles da semana da moda na capital francesa.

Depois de ter sido fotografada a assistir aos desfiles de Balenciaga e Givenchy, no domingo, Kim foi jantar e regressou ao apartamento, que foi invadido por cinco homens, disfarçados de agentes da autoridade, pelas duas e meia da madrugada. O vigilante foi amarrado e imobilizado, e dois dos assaltantes invadiram os aposentos de Kim. Segundo o jornal francês Le Parisien, a assistente de Kim estaria escondida num quarto e foi ela quem deu o alarme quando os indivíduos abandonaram a celebridade na casa de banho. Kim estaria com as mãos atadas e fora obrigada a entrar para a banheira, segundo os últimos relatos, ameaçada por arma de fogo. Não foi agredida.

Entre os objetos roubados estariam, por exemplo, a aliança de Kardashian, só essa avaliada em 3,5 milhões de euros. Não se sabe, até ao momento, se todas as joias eram propriedade da celebridade ou se algumas teriam sido emprestadas, como é comum acontecer: as marcas cedem as joias aos famosos para uma ocasião específica e ficam a aguardar a devolução.

O facto de o guarda-costas de Kim não estar presente quando o gang assaltou a residência levantou especulação em Paris: diz-se que poderia estar a ser seguida ou que alguém próximo, apercebendo-se da ausência do segurança, terá avisado os ladrões, que fugiram do local de bicicleta e continuam a monte.

Muitos dos pormenores deste assalto milionário continuam difusos e por esclarecer. Certo é que Kim Kardashian ficou muito abalada e regressou a Nova Iorque, logo após prestar declarações à polícia. Kanye West, o marido de Kim, reagendou dois concertos previstos para os próximos dias, incluídos na digressão do 'rapper' pelos EUA. Os espetáculos foram adiados para dezembro "por razões familiares", divulgou Kanye.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG