Um ferido grave no quarto acidente com eletricidade no Shopping de Bragança

Um eletricista ficou esta quarta-feira gravemente ferido no quarto acidente em 14 anos na manutenção elétrica do Shopping de Bragança, de que já resultaram um morto e cinco feridos, de acordo com fonte dos bombeiros.

O segundo comandante da corporação de Bragança, Carlos Martins, contou à Lusa que o alerta para o acidente desta quarta-feira foi dado por volta das 09:00 e as equipas de socorro depararam-se com um homem de 34 anos eletrocutado.

A vítima, de acordo com a fonte, apresentava queimaduras de segundo e terceiro graus, resultado da eletrocussão, nos braços, abdómen e nas pernas, e foi encaminhada para o hospital de Bragança.

O ferido grave fazia parte da equipa que estava a substituir contadores da EDP.

O socorro foi prestado de manhã por 10 operacionais dos bombeiros, a equipa da VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação) e PSP.

Este é já o quarto acidente do género no Shopping de Bragança que envolve equipas de manutenção da eletricidade e, no caso, da empresa local que presta o serviço para a elétrica nacional, a Ribeiro e Gonçalves.

No primeiro acidente, como recordou Carlos Martins, um trabalhador morreu e outro ficou gravemente ferido, em junho de 2005. Quatro meses depois, outros dois eletricistas foram eletrocutados nas mesmas circunstâncias e no mesmo local, mas sofreram apenas queimaduras ligeiras.

Em novembro de 2016, outro eletricista ficou gravemente ferido, à semelhança do que aconteceu de manhã.

As causas de mais um acidente com eletricidade vão ser investigadas pelas autoridades competentes.

No primeiro acidente, em 2005, a Inspeção do Trabalho, agora Autoridade para as Condições no Trabalho (ACT), responsabilizou a EDP pelo acidente e a empresa de Bragança à qual concessionou o serviço.

O inquérito concluiu por falta de segurança nas condições de trabalho que vitimaram o eletricista de 37 anos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG