PJ detém homem que tentou violar mulher que se dirigia para o trabalho

O suspeito de 40 anos agrediu a mulher, 31 anos, e tentou violá-la na via pública na segunda-feira passada. Já tem antecedentes e a PJ investiga ainda se foi o autor de outros crimes de natureza sexual recentemente.

Um homem de 40 anos foi detido pela Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária (PJ) por haver fortes indícios de que foi o autor do crime de tentativa de violação de uma mulher quando esta se dirigia para o trabalho na segunda-feira de manhã. O suspeito já tem antecedentes por crime de natureza sexual, tendo cumprido pena de prisão, e é suspeito de ter cometido recentemente outros crimes semelhantes.

A PJ diz que, neste caso, o homem será também indiciado pelo crime de importunação sexual consumada.

"Os factos foram cometidos na passada segunda-feira, pela manhã, quando o autor abordou, na via pública, a vítima, uma mulher, de 31 anos", indica o comunicado da força policial.

"O agressor manietou-a e agrediu-a, com o propósito de consumar a violação, o que não se veio a verificar devido ao aparecimento de uma viatura, facto que assustou o autor e o levou a pôr-se em fuga", explica a PJ, completando que " a vítima dirigia-se para o seu local de trabalho e apresenta ferimentos ligeiros".

Nem o estado de emergência e de isolamento social em que o país se encontra fez este homem deixar de cometer crimes. Tem já antecedentes, como explica a PJ. "O detido já cumpriu uma pena pela prática de crime de idêntica natureza e vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, no qual será sujeito à aplicação das medidas de coação processual adequadas".

Neste contexto, a PJ informa que "prosseguirá a investigação, na qual apurará, segundo outros indícios conhecidos, o eventual envolvimento do detido em atos criminosos semelhantes".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG