PJ detém empresário por suspeita de abuso de menor em Santo Tirso

O detido vai ainda ser presente a um interrogatório judicial esta terça-feira.

Um empresário, de 58 anos, foi esta terça-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas da prática de abuso sexual de uma criança em Santo Tirso, anunciaram as autoridades.

Em comunicado, a PJ, através da Diretoria do Norte, informou que "identificou e deteve um homem, no cumprimento de mandados de detenção, pela presumível autoria do crime de abuso sexual de criança".

A detenção, ainda segundo a mesma fonte, deu-se na "sequência de denúncia por parte da menor de 12 anos", após o que a PJ "tomou conhecimento que o suspeito, desde já há alguns anos, a obrigava à prática de atos sexuais que ocorreriam na residência de um familiar próximo, na zona de Santo Tirso".

O detido vai ser esta terça-feira presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.