Linha ferroviária do Norte continua cortada após colisão entre Alfa e camião

Acidente provocou um morto e três feridos esta quarta-feira.

A Linha do Norte continua hoje cortada devido a um acidente mortal numa passagem de nível com cancelas automáticas, na zona de Santarém, na quarta-feira, decorrendo os trabalhos de remoção dos destroços e reparação da via, revelou a IP.

De acordo com fonte da Infraestruturas de Portugal (IP), a Linha do Norte continua cortada para "remoção dos destroços e reparação de alguns danos na via", nomeadamente na catenária -- o sistema de alimentação e distribuição da energia elétrica utilizada no funcionamento dos comboios.

A mesma fonte adiantou que também "vai ser necessário retirar o [comboio] Alfa Pendular" que esteve envolvido no acidente com um pesado de mercadorias, pelo que não havia, às 01:00, previsão de reabertura da linha.

O acidente ocorreu numa passagem de nível com cancelas automáticas, perto da freguesia de Vale de Santarém, no concelho de Santarém. O alerta chegou às autoridades às 18:56.

O condutor do veículo pesado de mercadorias envolvido acabou por morrer na sequência do acidente, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Inicialmente, o CDOS de Santarém tinha indicado que o acidente provocou dois feridos, um ligeiro, que seguia no comboio e que foi transportado para o Hospital de Santarém, e outro, que conduzia o camião, desconhecendo-se, então, a gravidade dos ferimentos.

Questionada pela Lusa, fonte da CP -- Comboios de Portugal indicou que no comboio, que circulava no sentido Porto-Lisboa, seguiam 12 passageiros.

Segundo o CDOS, foram ainda assistidos dois passageiros do Alfa Pendular.

A fonte da CP, que recolheu informação junto da Infraestruturas de Portugal, adiantou que o mecanismo automático da passagem de nível estava a funcionar.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG