João Vieira Pereira é o novo diretor do Expresso

Nova estrutura diretiva inclui ainda David Dinis, Paula Santos e Martim Silva, como diretores-executivos, Miguel Cadete, até agora diretor-adjunto, e Marco Grieco, diretor de arte. Santos Guerreiro demitiu-se na semana passada.

O novo diretor do semanário Expresso é João Vieira Pereira, avançou esta quinta-feira o jornal Eco, numa informação confirmada pelo DN, depois da saída na semana passada de Pedro Santos Guerreiro.

A nova estrutura diretiva inclui David Dinis, antigo diretor do Observador, TSF e Público, e Paula Santos, até aqui editora-executiva do Expresso. Martim Silva, que continua como diretor-executivo, Miguel Cadete, até agora diretor-adjunto, e Marco Grieco, diretor de arte, completam a direção do semanário da Impresa. A redação será informada esta quinta-feira à tarde.

A solução preferida pelo grupo de comunicação social de Francisco Pinto Balsemão recaiu em prata da casa, uma prática que o Expresso sempre foi mantendo nos seus quase 50 anos de história. A única exceção na nova equipa é David Dinis, que assume o lugar de diretor-executivo.

Vieira Pereira entrou no Expresso em 2006 e era atualmente diretor-adjunto, com a responsabilidade da área de Economia. Esteve ainda no Jornal de Negócios e no Semanário Económico, de que foi diretor.

A saída de Pedro Santos Guerreiro foi provocada por uma polémica com o editor de Política do semanário, Vítor Matos, que apresentou a sua demissão, depois de a newsletter do jornal ter sido assinada em seu nome, mesmo não a tendo escrito. Matos deve manter-se à frente da editoria de Política, apesar de esta decisão caber à nova direção.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG