Representantes dos taxistas vão ser recebidos em Belém na segunda-feira, às 15:00

O pedido de audiência no Palácio de Belém foi aceite, mas os representantes dos taxistas não vão ser recebidos por Marcelo Rebelo de Sousa, que vai participar no debate da Assembleia-Geral das Organização Nações Unidas, em Nova Iorque

As associações que representam os taxistas vão ser recebidas na segunda-feira, pelas 15:00, no Palácio de Belém, em protesto contra a lei que regula a atividade de Transporte em Veículo Descaracterizado a partir da Plataforma Eletrónica (TVDE), confirmou esta quinta-feira ao DN fonte da Federação Portuguesa da Táxi (FPT).

Fonte da Federação Portuguesa do Táxi esclareceu ao DN que ainda não há confirmação de quem vai receber os representantes do setor, uma vez que nesse dia o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai participar no debate da Assembleia-Geral das Organização Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque.

O presidente da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), Florêncio Almeida, vincou que, apesar de o pedido de audiência em Belém ter sido aceite, os taxistas não vão terminar o protesto até alcançarem resultados.

"Vamos ver como é que vai ser, até lá continuamos aqui", vincou.

os dirigentes da FPT e da ANTRAL saíram "insatisfeitos" da Assembleia da República, porque não reuniram os deputados suficientes para fazer o pedido ao Tribunal Constitucional de fiscalização sucessiva da lei que regula a atividade de TVDE.

As associações de taxistas precisavam de convencer 10 por cento do número total de deputados na Assembleia da República, ou seja, pelo menos 23 dos 230 deputados, para que o pedido de fiscalização avançasse.

Ler mais

Exclusivos