Nove pessoas atropeladas em corridas ilegais em Famalicão. Condutora é menor e foi detida

A condutora, uma menor de 17 anos, fugiu do local. Foi detida por volta da 01:00. Foi notificada para comparecer esta segunda-feira ao Tribunal de Famalicão

Nove pessoas sofreram ferimentos ligeiros ao serem atropeladas na noite de domingo em Famalicão, no decorrer de corridas ilegais, disse à Lusa fonte do comando de Braga da GNR.

"Foi detida uma condutora, uma menor de 17 anos", disse ao DN o departamento de Relações Públicas da GNR de Braga.

De acordo com as autoridades, a jovem fugiu do local e foi detida uma hora depois do ocorrido, por volta da 01:00. Foi notificada para comparecer esta manhã, às 10:00, no Tribunal de Famalicão.

À Lusa, a GNR de Braga referiu que os feridos estavam a assistir à concentração quando um dos condutores perdeu o controlo da viatura e avançou para o público que estava no Lago Discount, na zona industrial de Ribeirão, Famalicão, distrito de Braga.

Os feridos foram transportados ao Hospital de Famalicão.

No local estiveram várias patrulhas da GNR e bombeiros.

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.