Inundações e queda de árvores: chuva alaga Lisboa e põe país em alerta

A Proteção Civil alerta que o aviso de mau tempo se mantém até às 18:00. As ocorrências registadas entre as 00:00 e as 12:55 envolveram 498 operacionais e 78 veículos

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou este domingo 219 ocorrências relacionadas com o mau tempo, sendo que mais de metade ocorreram no distrito de Lisboa, onde se registaram sobretudo inundações.

O adjunto de operações nacional da ANPC Manuel Cordeiro adiantou à Lusa que as 219 ocorrências foram registadas entre as 00:00 e as 12:55 e envolveram 498 operacionais e 78 veículos. O responsável referiu ainda que a maior parte das ocorrências se registaram em Lisboa devido à forte chuva que começou a cair a partir do final da manhã.

Segundo a Proteção Civil, no distrito de Lisboa registaram-se 126 ocorrências, das quais 115 devido a inundações, 23 por queda de árvores e 18 para limpeza de árvores.

O adjunto de operações nacional da ANPC sublinhou que em Oeiras os cursos de água estão com "um caudal elevadíssimo".

No resto do país, Manuel Cordeiro referiu que se registaram, entre as 00:00 e as 12:55, 15 ocorrências em Coimbra, 13 em Viseu e no Porto.

O mesmo responsável disse ainda que a chuva vai continuar a cair ao longo da tarde - o aviso de mau tempo mantém-se até às 18:00.

No sábado, a Proteção Civil alertou para a possibilidade de cheias rápidas em meio urbano e de inundações devido ao agravamento das condições meteorológicas previsto para hoje, com chuva persistente.

Manuel Cordeiro disse ainda que a população deve seguir as recomendações da ANPC, nomeadamente não atravessar zonas inundadas, a adoção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.