Mais de 150 mil pessoas vão beneficiar do novo passe único na Área Metropolitana do Porto

Todos os utilizadores com títulos Z4 ou superior passam automaticamente a pagar 40 euros para usufruir do passe que permite circular nos 17 concelhos da Área Metropolitana do Porto.

Pelo menos 154 mil utilizadores do Andante vão beneficiar da entrada em vigor do passe único, a 1 de abril, na Área Metropolitana do Porto (AMP), com um custo máximo de 40 euros.

De acordo com dados dos Transportes Intermodais do Porto (TIP), são os títulos Z2 os que representam a maior fatia do total de assinaturas na rede Andante, 41%, o que corresponde a uma média de 63.140 utilizadores. Os dados relativos às assinaturas mensais para o mês de março revelam ainda que há 56.980 utilizadores com títulos Z3, o que representa 37%.

Em conjunto, estes dois títulos correspondem, na prática, ao novo passe municipal, no valor de 30 euros, que no caso da AMP permite viagens dentro do concelho ou até três zonas contíguas.

A partir de quatro zonas ou mais, o número de assinaturas na rede Andante diminuí para menos de metade. No caso do título Z4, no mês de março foram adquiridas 21.560 assinaturas, cerca de 14%.

Ainda segundo os TIP, somados, os títulos Z5, Z6 e Z7 representam apenas 8% das assinaturas mensais na rede Andante, o que corresponde a 12.320 utentes.

Já a partir das oito zonas (até Z12) não há qualquer registo da aquisição de assinaturas mensais.

Com a entrada em vigor do passe único, todos os utilizadores com títulos Z4 ou superior (33.880) passam automaticamente a usufruir do passe metropolitano que permite circular nos 17 concelhos da Área Metropolitana do Porto, apenas por 40 euros.

A expectativa dos Transportes Intermodais do Porto é que o número de utilizadores aumente com a entrada em vigor desta medida.

Neste sentido, nos próximos dias, as lojas Andante vão ser reforçadas. O objetivo é assegurar o atendimento atempado dos utilizadores, nomeadamente os cerca de 63 mil utentes com passe Z2 que podem agora acrescentar gratuitamente uma zona à sua assinatura mensal, visto que na tarifa prevista para o passe único, as assinaturas mensais Z2 e Z3 passam a pagar o mesmo valor, neste caso correspondente ao passe municipal.

A TIP apela, contudo, aos utentes para que não se apressem a fazer esta alteração, evitando filas e tempos de espera elevados, esclarecendo que os passageiros podem acrescentar a zona extra em qualquer altura.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.