Fuzileiros salvam jovem no Mondego após noite de copos

Comemorações do Dia da Marinha em Coimbra iniciam-se com um salvamento ao início da manhã no meio do rio.

Pouco passava das 08:00 horas da manhã deste sábado, em Coimbra, quando um jovem que tentava atravessar o rio Mondego a nado após uma "noite de diversão" teve de ser salvo in extremis por dois fuzileiros, informou a Marinha.

Os cabos fuzileiros João Cardoso e Hélder Marques dirigiam-se para o local da exposição comemorativa do Dia da Marinha, no Parque Verde do Mondego, quando ouviram um comerciante alertar para a presença de um jovem em apuros no meio do rio.

Os militares lançaram-se logo ao rio, que o jovem "tentava atravessar [...] a nado após uma noite de diversão", indicou a Marinha, em comunicado.

O jovem era um estudante que participara no último dia de festas da Queima das Fitas e ainda evidenciava sinais de embriaguez, admitiu ao DN uma das fontes no local.

Em terra, e já com o INEM no local, o jovem "dispensou qualquer assistência" depois de agradecer aos militares terem-lhe salvo a vida.

Naquela que é o primeiro Dia da Marinha celebrado "numa terra sem mar", as comemorações iniciaram-se assim este sábado "com uma vida salva" e vão prolongar-se até ao próximo dia 19.

Ler mais

Exclusivos