Furacão Helene poderá atingir Açores este domingo

Trajetória estimada coloca o fenómeno por cima do arquipélago, mas já com ventos fracos. "Há razões para estarmos atentos", admite IPMA

O National Hurricane Center (NHC) prevê que o furacão Helene, que neste momento está a leste de Cabo Verde, atinja o arquipélago dos Açores este domingo, ainda que as previsões apontem para que o evento chegue já em depressão pós-tropical, isto é, com ventos mais fracos.

"É uma previsão, ainda faltam muitos dias até domingo e durante a trajetória do furacão tudo pode acontecer. O que se prevê é que no domingo o evento se coloque por cima dos Açores, mas neste momento há muita atividade no Oceano Atlântico - como o furacão Florence - que pode influenciar a trajetória do Helene", disse ao DN Bruno Café, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IMPA), que admite que o furacão até pode "passar ao lado dos Açores".

"Há razões para estamos atentos, o importante é irmos acompanhando a situação", acrescentou o responsável do IPMA. Por enquanto, não há razões para sobressaltos, admite o meteorologista.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.