Detida mulher suspeita de decapitar cidadã estrangeira em Leça da Palmeira

Uma mulher de 52 anos foi detida pela Polícia Judiciária suspeita de homicídio e profanação do corpo de uma cidadã estrangeira que foi encontrado na praia de Leça da Palmeira, em Matosinhos.

A Polícia Judiciária deteve uma mulher, massagista e sem antecedentes criminais conhecidos, suspeita de ter assassinado uma cidadã estrangeira cuja cabeça foi encontrada na praia de Leça de Palmeira, em Matosinhos, confirmou esta sexta-feira a Polícia Judiciária.

"Na origem dos factos, cuja investigação se encontra ainda em desenvolvimento, está a existência de uma dívida da arguida à vítima, que esta insistia em ver saldada", diz o comunicado da Polícia Judiciária.

A mulher agora detida é uma cidadã estrangeira, para quem a vítima trabalhava, "que se encontra indiciada pela coautoria do homicídio e subsequente profanação de cadáver", diz o comunicado da PJ.

A investigação "iniciou-se com o aparecimento de uma cabeça humana no areal da praia de Leça da Palmeira, em Matosinhos, na manhã do dia 7 de março de 2019".

A mulher foi detida pela prática de um crime de homicídio qualificado e profanação de cadáver. "Vai ser presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas", diz ainda a PJ.

Alerta foi dado por funcionário do Porto de Leixões

Um funcionário da administração do Porto de Leixões terá descoberto os restos mortais da mulher e dado o alerta na manhã de quinta-feira, dia 7. O caso passou, então, para a Polícia Marítima da Capitania do Porto de Leixões e da Polícia Judiciária.

Exclusivos